Atlético-GO

Atlético-GO vence o Iporá e sobe na tabela do Goiano

Foto: Ingryd Oliveira/Atlético-GO

Shaylon dá show com um gol e duas assistências; Vagner Love desencanta

Foto: Ingryd Oliveira/Atlético-GO

O Atlético-GO venceu o Iporá por 3 x 0, engatou a segunda vitória consecutiva no Campeonato Goiano e subiu na tabela de classificação. Debaixo de muita chuva, Shaylon, Maguinho e Vagner Love, com gols nos dois tempos, deram a vitória ao Dragão e o consequente retorno da tranquilidade ao time, que, antes do jogo contra o Anápolis pela rodada anterior, convivia com uma perigosa seca de partidas sem vencer.

                 

Com o resultado positivo, o Atlético-GO já é o 5º colocado da competição estadual tendo, no total, dez pontos conquistados. O time está um ponto atrás do Goiânia e do Goiatuba, duas surpresas positivas do torneio, dois atrás do Goiás (vice-líder) e três atrás do líder Vila Nova (o último time que foi capaz de vencer o atual bicampeão; o outro foi a Aparecidense).

1º tempo de chuva, pressão, pênaltis e gols

Mais qualificado do que o rival, o Atlético-GO ignorou a chuva e partiu para cima desde o início. Luiz Fernando, com duas chances, já deu trabalho para o goleiro Luis Felype, que não teria vida fácil ao longo da noite. A pressão era grande e, empurrado pela animada torcida, o Dragão logo teve um pênalti ao seu favor. Aos 17 minutos, Guilherme Romão, que vive ótima fase, foi derrubado por Thiago e, na cobrança, Shaylon deslocou o arqueiro e abriu o placar.

Porém, o jogo que era tranquilo logo ganhou um ar surpreendente. Aos 24, Maguinho derrubou Peçanha e o árbitro assinalou um novo pênalti, só que desta vez contra o Atlético-GO. Porém, para alívio do Dragão, o atacante Allan Paulista, artilheiro do torneio, chutou para fora a cobrança. Alívio para o lateral-direito e para a torcida. E foi justamente Maguinho que se redimiria com a torcida. Aos 50 minutos, após cruzamento de Shalyon, ele aproveitou a liberdade e tocou para o fundo da rede.

Vitória quase vira goleada no 2º tempo, que dá ao “artilheiro do amor” o “sai zica!”

O Atlético-GO, mesmo com a vitória encaminhada, não se dava por satisfeito. Na volta do intervalo, o jovem Daniel (que ganhou chance como titular no lugar de Vagner Love), teve duas grandes chances de ampliar ainda mais a vantagem. Porém, em ambas, o goleiro Luis Felype fez belas defesas. O jovem, que mais uma vez fez valer a confiança de Jair Ventura, saiu para a entrada do “artilheiro do amor” aos 20 minutos.

E aqui vale um destaque: Love convivia com a pressão e não estava conseguindo marcar seu primeiro gol com a camisa do Atlético-GO. O jejum incomodava e até o próprio Daniel, seu imediato substituto, já havia balançado as redes na competição. Aos 28 e aos 40 minutos, ele teve duas boas chances para encerrar a seca, mas parou em boas defesas do goleiro. Ainda que o Iporá não ameaçasse a vitória estivesse garantida, faltava o gol da maior contratação da temporada.

E ele veio justamente aos 50 minutos, o último lance do jogo. Após cobrança de escanteio de Shaylon, Love subiu e cabeceou firme, para o fundo do gol. Explosão no Antônio Accioly, festa por mais uma vitória e alívio para o jogador de 39 anos.

Próximo rival também luta para não cair

Mais aliviado com a sequência de vitórias, o Atlético-GO, agora, se prepara para uma partida diante do CRAC, o lanterna da competição e, ao lado do Morrinhos, os únicos times que ainda não venceram na competição estadual. A bola rola na quinta-feira (8), às 19h30, no Antônio Accioly.

Clique para comentar

Comente esta reportagem

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

As últimas

Para o Topo