Pan-Americano

Brasil garante vaga na final do Badminton e tem vitória histórica no Baseball; veja o resumo da manhã no Pan

Dupla Davi Carvalho e Fabricio Rocha no Badminton - (Foto: Gaspar Nóbrega/COB)

Apesar do Brasil conquistar apenas uma medalha, a manhã foi movimentada nesta terça dos Jogos Pan-Americanos, com destaque no Badminton e no Baseball

Foto: Gaspar Nóbrega/COB

A manhã foi movimentada nesta terça-feira (24) dos Jogos Pan-Americanos, apesar do Brasil conquistar apenas uma medalha. O badminton foi um dos destaques do dia, já que Davi Silva e Fabricio Farias venceram a semifinal e vão em busca de uma medalha de ouro inédita, além do bronze, que foi conquistado por Sania Lima e Juliana Vieira. Outro esporte que chamou atenção, foi o Baseball, onde o Brasil venceu o forte time de Cuba por 4 a 2 e fechou na liderança do Grupo B, com três vitórias.

                 

+ AO VIVO – As últimas do Pan-Americano Santiago 2023

BADMINTON

Davi Silva e Fabricio Farias tiveram uma grande atuação, vencendo os guatemaltecos Lesvin Marroquín/Jonathan Solis por 2 sets a 0 (21/18 e 21/16). Com a vitória em cima dos atletas que competem sem bandeira neste jogos, vão em busca da medalha de ouro no Pan de Santiago-2023. O Brasil nunca venceu o ouro nesta modalidade e volta à uma final depois de oito anos.

Marroquín e Solis iniciaram na frente do primeiro set, mas o jogo seguiu equilibrado durante todo o set. Os brasileiros tiveram uma boa corrida, abrindo 12 a 9, mas a vantagem durou pouco e logo. As duplas seguiram trocando pontos, mas no fim Davi e Fabrício abriram uma leve vantagem no fim e fecharam a parcial em 21 a 18. O segundo set começou mais nervoso, teve uma marcação polêmica contra a dupla do Brasil, assim o time demonstrou um pouco de serviços. Mas  Davi e Fabrício conseguiram retornar bem para partida e tomaram a frente no marcador. A pressão passou para a outra dupla, que não conseguiu segurar o time do Brasil. Assim, eles fecharam o segundo set em 21 a 16.

No femininino, Sania Lima e Juliana Vieira acabaram derrotadas e garantiram a medalha de bronze, já que não tem disputa de terceiro lugar na modalidade. O Brasil enfrentou as irmãs Annie e Kerry Xu, dos Estados Unidos, e acabaram derrotadas em 2 sets a 0 (21/7 e 21/18). As estadunidenses tiveram um ótimo início e conseguiram uma vitória tranquila. Já no segundo set, as brasileiras se recuperaram, lideraram o placar no início, mas sofreram a virada.

Para saber tudo sobre o Jogos Pan-Americanos, siga o Esporte News Mundo no TwitterFacebook e Instagram.

BASEBALL

A partida começou equilibrada, mas o Brasil aproveitou o erro da equipe de Cuba, ocupando as bases e anotando a 1ª corrida, fazendo 1 a 0 no placar. O jogo seguiu amarrando, mas com a entrada de Salomon Koba, rebatendo na 2ª base, o Brasil fez 2 a 0. A Seleção aproveitou o bom momento e abriu 4 a 0 de vantagem em sequência, com a participação Coutinho e Paulo Orlando.

Na 5ª entrada, Pelé, um dos arremessadores que estavam se destacando, saiu machucado, após torcer o tornozelo depois de uma rebatida de Cuba que saiu em sua direção. André Rienzo  entrou na vaga dele, teve um início mais frio, mas logo entrou no jogo, fechando a 5ª entrada ainda com o placar de  4 a 0. 

Depois de uma falha da defesa do Brasil, Cuba diminuiu o placar para 4 a 1, mas Rienzo seguiu bem nos arremessos e ajudou a fechar a 6ª entrada. Enzo Sawayama entrou para fechar a 7ª entrada. Eric Pardinho entrou para arremessar, com Cuba em busca da virada. O time conseguiu uma corrida, diminuindo para 4 a 2. O jogo estava tenso, com a possibilidade de uma virada de Cuba, mas o Brasil conseguiu uma dupla eliminação para fechar o jogo em 4 a 2. A vitória foi fundamental, pois assim o time garantiu a liderança do Grupo B com 100% de aproveitamento, três vitórias.

REMO

No remo, o Brasil avançou para duas finais, Beatriz Cardoso (single skiff) e a dupla Xavier Tuchtenhagen e Tomás Levy (double skiff) conseguiram vagas para as finais que vão ocorrer amanhã, quarta-feira. Nas finais, o melhor resultado foi da dupla x (Skiff duplo), terminando na quarta colocação, com o tempo de 6m29,26s, atrás das duplas da Argentina (3º), Chile (2º) e México (1º).

TÊNIS

O Brasil teve dois jogos pelas fases iniciais do tênis e teve duas vitórias tranquilas. A brasileira Carolina Meligeni passou com muita facilidade pela atleta Daniela Aguilar, de El Salvador. Foram 2 sets a 0, com um duplo 6×0, sem perder nenhum game. Já no masculino, Thiago Monteiro também fez 2 a 0 em seu jogo, derrotando Conner del Pino, do Peru, em parciais (6×0 / 6×4).

Clique para comentar

Comente esta reportagem

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

As últimas

Para o Topo