Santos

Com Ariel Holan, Santos tenta converter posse de bola em resultados positivos

Foto: Reprodução / Santos FC

Neste domingo (18), o Santos FC encara a Inter de Limeira pela 6ª rodada do Campeonato Paulista. Jogando na Vila Belmiro, o Peixe pode chegar a oito pontos no grupo D.

Comandado pelo treinador Ariel Holan desde o início de março, o clube do litoral tenta reforçar o entrosamento entre todos os atletas. Nos oito jogos em que o argentino comandou o elenco, o alvinegro teve uma média de 4,25 chutes ao gol e de 62,8% da posse de bola.

Holan teve sua estreia no Santos um pouco conturbada, com uma derrota expressiva para o rival São Paulo: 4 a 0 no Morumbi. Na ocasião, a equipe santista teve 51% da posse de bola, chutou quatro vezes mas apenas uma foi em direção ao gol.

Já no segundo jogo, o técnico viu a equipe santista vencer o Deportivo Lara pela partida de ida da 2ª fase preliminar na Copa Libertadores. Com 68% da posse, chutou seis vezes em direção à meta adversária e marcou dois gols.

No jogo seguinte, o alvinegro conseguiu outra vitória, desta vez contra o Ituano, pelo Campeonato Paulista. Controlando a bola em 56% do tempo regulamentar, deu seis chutes ao gol e conseguiu marcar em duas oportunidades.

Jogando na Venezuela, pela partida de volta contra o Deportivo Lara, o Peixe empatou por 1 a 1 mas voltou a ter maior controle da bola. Com 66% da posse, chutou três vezes contra o gol.

Na quinta partida comandando o Santos, Ariel Holan foi capaz de armar uma equipe altamente ofensiva contra o San Lorenzo. Em Buenos Aires, o clube brasileiro venceu por 3 a 1 com 60% da posse de bola e oito tentativas de bola na rede.

Encarando Botafogo de Ribeirão Preto, o Peixe teve a bola no pé em 73% do jogo. Com o aproveitamento de quatro chutes diretos, o placar não saiu do 0 a 0.

Na classificação para a fase de grupos da Libertadores, diante do San Lorenzo, o Santos teve um domínio de 57%. Das quatro chances de gol, aproveitou duas.

E no último jogo, contra a Ponte Preta, os santistas controlaram a bola em 72% do tempo, deram somente dois chutes a gol e foram derrotados por 3 a 0.

NÚMEROS POR COMPETIÇÃO

Paulistão 2021: Quatro jogos, 63% posse de bola (média), treze chutes ao gol, dois gols.
Libertadores 2021: Quatro jogos, 62,75% posse de bola (média), vinte e um chutes ao gol, oito gols.

Quer saber mais sobre o Santos, siga o Esporte News Mundo pelo Twitter, Facebook e Instagram.

Click to comment

Comente esta reportagem

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

As últimas

To Top