Guarani

Contratação de possível novo técnico do Guarani só ocorrerá após as eleições do clube

Foto: Reprodução/Guarani

Em coletiva realizada quarta-feira (22) o presidente de futebol do Guarani
Ricardo Moisés e o superintendente Rodrigo Pastana salientaram que uma
possível troca de treinador ocorrerá somente após a segunda quinzena de
março por conta das eleições do clube.

                 


Três dias após o anuncio oficial da rescisão contratual com o ex-técnico, Mozart, o Guarani se pronunciou através de uma coletiva realizada pelo diretor
e pelo superintendente do clube para explicar os próximos passos em relação
ao comando esportivo; nessa coletiva, o principal ponto debatido foi a
confirmação que um novo técnico só seria contratado após as eleições para o
novo presidente do Guarani, até lá o time campineiro se manterá com o técnico
interino, Moisés Moura, até o final do campeonato Paulista.


Também na coletiva Rodrigo Pastana salientou que novo técnico deverá
conhecer muito bem os jogadores e a própria série B. “o perfil que nós estamos
buscando é um técnico que tenha alguma experiencia na série B, que é o
objetivo maior do clube, são 38 rodadas em 7 meses, é um campeonato longo
e desgastante, então preferimos que seja um treinador que tenha alguma
vivência nela. Também que o treinador tenha conhecimento de nossos atletas
que hoje já constam no elenco” disse o interino.

Siga o Esporte News Mundo no TwitterInstagram e Facebook


Outro ponto discutido foi a permanência do técnico interino Moisés Santos
mesmo após o prazo estipulado, de acordo com o presidente do clube, isso se
dará dependendo dos resultados atingidos nos jogos em seu comando, e se os
resultados forem favoráveis e interessantes haverá sim a possibilidade de
manter o treinador para o começo da série B. “a continuidade do trabalho vai
depender dos resultados, de como o grupo vai se comportar e da
transformação que a gente espera que a equipe tenha (…) o que precisamos é
acabar com oscilações” salientou o presidente do Bugre.


O ex-técnico do Guarani, Mozart, caiu após derrota para a Ferroviária de
1 a 0 dia 18 de fevereiro. Encerrou seu ciclo no clube bugrino após 33
jogos, sendo 14 vitórias, seis empates e 13 derrotas.

Clique para comentar

Comente esta reportagem

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

As últimas

Para o Topo