Z - Futebol Agência ENM

Em jogo truncado, Guarani sai na pior e é eliminado pelo Mirassol da taça Independência

Reprodução/Guarani

Nesta sexta-feira (17), Mirassol elimina Guarani em jogo truncado no estádio municipal José Maria de Campos Maia, O bugre foi eliminado com gol nos acréscimos em partida complicada pela taça Independência, antigo troféu do Interior.

                 

Agora, Mirassol e São Bernardo se enfrentarão pela final do torneio, o Guarani por sua vez, só voltará a jogar no início da série B, no dia 14 de abril. Ressalta-se também, que o Bugre deixa de ganhar ao menos 200 mil reais pela desclassificação do campeonato; o vencedor da taça Independência ganhará 400 mil reais e o vice-campeão 200 mil.

PRIMEIRO TEMPO

A forma que o primeiro tempo se desenrolou ditou como seria toda a partida até o seu final, Guarani e Mirassol tiveram seu jogo travado no meio de campo, e as chances de ambos dos times pararam nos goleiros ou até mesmo no detalhe, como foi o caso da bonita cabeçada de Fernandinho aos 12 minutos de partida, que por centímetros não entra no gol e abre o placar para o time da casa logo no começo jogo

Mas aos 28 minutos de partida, Diogo Mateus, que já havia feito um bonito gol de falta contra Portuguesa quase empata a partida com belo chute de fora da área que parou na mão de Alex Muralha.

A primeira parte do jogo se desenrolou dessa forma, porém o Mirassol conseguiu importunar mais a defesa do Guarani, principalmente com grandes chances de cabeça que a zaga do Bugre não estava conseguindo contestar.

Apesar das chances para os dois lados, o primeiro tempo foi definido por um jogo muito estudado e truncado preso no meio de campo, com chances ocasionais dos dois times.

Siga o Esporte News Mundo no InstagramTwitterFacebook e Youtube.

SEGUNDO TEMPO

O segundo tempo não se diferenciou muito do primeiro em relação a tática e estratégia de jogo, o Mirassol ainda tentava comandar a partida, mas era brecado pela defesa do Guarani que tentava como podia deixar a baliza no zero.

O lance derradeiro que mudaria o destino do jogo ocorreu nos 25 minutos de partida, quando Alan Santos, zagueiro da equipe do Guarani, mata o contra-ataque puxado por Fernandinho com um jogo de corpo desproporcional, assim recebendo o segundo amarelo.

Depois da expulsão de Santos, o jogo tomou o rumo mais esperado, com um a menos, o Guarani tentava como podia segurar o placar para os pênaltis, e quase conseguiu, com bonitas defesas de Tony, inclusive operando um milagre contra uma cabeçada do Kauan, atacante do Mirassol aos 37 minutos de partida. Mas aos 46 minutos do Segundo tempo, em jogada trabalhada do Mirassol, Silvinho consegue bonito passe entre as linhas defensivas e encontra Gabriel praticamente livre na risca da primeira área, não dando chance alguma para o goleiro e capitão da equipe de Campinas.

Depois desse gol, nada mais pode fazer o Guarani, que apesar de lutar muito dá adeus a taça Independência na semifinal do torneio. O Bugre fez um bom jogo contra o Mirassol que era dito como o favorito, mas ainda tem muitos erros defensivos que acabaram custando o jogo, principalmente após a expulsão. O time de Moises Moura mostra uma melhora notável, mas ainda faltam alguns detalhes estratégicos a serem acertados antes da disputa da série B do campeonato Brasileiro.

Clique para comentar

Comente esta reportagem

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

As últimas

Para o Topo