Lutas

Na volta do UFC, Justin Gaethje e Henry Cejudo vencem lutas valendo cinturão

Gaethje e Cejudo foram os grandes campeões da noite (Créditos: Reprodução/UFC)
Gaethje e Cejudo foram os grandes campeões da noite (Créditos: Reprodução/UFC)

Após quase dois meses sem eventos, por conta da pandemia do coronavírus, o UFC retornou neste sábado (9 de maio) com grandes lutas e duas disputas de cinturão, em Jacksonville, na Flórida. Pelo título interino dos pesos-leve, Justin Gaethje venceu Tony Ferguson. Já Henry Cejudo defendeu com êxito o posto de campeão dos pesos-galo, contra Dominick Cruz.

                 

Na luta principal do UFC 249, Tony Ferguson e Justin Gaethje lutaram pelo cinturão interino dos pesos-leve, já que o russo Khabib Nurmagomedov, campeão linear da categoria, não pôde fazer parte do evento. E como já era esperado, os dois lutadores fizeram um embate emocionante.

A luta começou equilibrada, mas Justin Gaethje começou a comandar as ações a partir do segundo round. De maneira surpreendente, Gaethje acertou diversos socos no rosto de Ferguson, que não conseguia reagir à altura.

O massacre de Justin Gaethje chegou ao quinto e último round. “The Highlight” seguiu punindo Tony Ferguson com socos na cabeça. Sem qualquer tipo de recuperação por parte de Ferguson, o árbitro Herb Dean interrompeu a luta aos 3 minutos e 39 segundos, declarando Gaethje vencedor por nocaute técnico.

Com a conquista do cinturão interino dos pesos-leve, Justin Gaethje se coloca como desafiante de Khabib Nurmagomedov, em luta pela unificação dos títulos da categoria.

Antes da luta entre Tony Ferguson e Justin Gaethje, Henry Cejudo colocou o cinturão dos pesos-galo em disputa contra Dominick Cruz, que não lutava há quase quatro anos.

Após um primeiro round equilibrado, o segundo já se encaminhava para o fim, quando Henry Cejudo encaixou uma joelhada no queixo de Dominick Cruz e derrubou o oponente. Cejudo aproveitou o momento, foi para cima de Cruz no chão e atingiu o adversário com socos. Aos 4 minutos e 58 segundos, o árbitro interrompeu a luta, decretando vitória do campeão por nocaute técnico.

Logo após a luta, Cejudo anunciou que estava se aposentando das lutas. Com dois cinturões do UFC e uma medalha de ouro em luta olímpica nos Jogos Olímpicos de 2008, em Pequim, na China, “Triple C” coloca seu nome como um dos maiores da história das artes marciais mistas.

Vicente Luque vence revanche, e Werdum perde no retorno após dois anos

O Brasil contou com apenas dois representantes no UFC 249, após Ronaldo “Jacaré” Souza testar positivo para o Covid-19, na última sexta-feira (8),

O primeiro brasileiro a entrar no octógono foi Vicente Luque. O “Assassino Silencioso”, como é conhecido, reencontrou Niko Price, que havia vencido em outubro de 2017 por finalização. E o resultado final foi o mesmo, mas de forma diferente. Luque venceu por interrupção médica, após acertar um soco que fechou olho do oponente, aos 3 minutos e 37 segundos do terceiro round.

Na sequência, foi a vez de Fabrício Werdum. O peso-pesado, que não lutava há dois anos por conta de uma punição ao violar a política antidoping da organização, não foi páreo para Alexey Oleinik e perdeu por decisão dividida.

Confira todos os resultados do UFC 249:

Card principal

Peso-leve: Justin Gaethje venceu Tony Ferguson por nocaute técnico (3’39” segundos do quinto round)

Peso-galo: Henry Cejudo venceu Dominick Cruz por nocaute técnico (4’58” do segundo round)

Peso-pesado: Francis Ngannou venceu Jairzinho Rozenstruik por nocaute (0’20” do primeiro round)

Peso-pena: Calvin Kattar venceu Jeremy Stephens por nocaute (2’42” do 2ºround)

Peso-pesado: Greg Hardy venceu Yorgan de Castro por decisão unânime

Card preliminar

Peso-meio-médio: Anthony Pettis venceu Donald Cerrone por decisão unânime

Peso-pesado: Alexey Oleinik venceu Fabricio Werdum por decisão dividida

Peso-palha: Carla Esparza venceu Michelle Waterson por decisão dividida

Peso-meio-médio: Vicente Luque venceu Niko Price por interrupção médica (3’37” do 3º round)

Peso-pena: Bryce Mitchell venceu Charles Rosa por decisão unânime

Peso-meio-pesado: Ryan Spann venceu Sam Alvey por decisão dividida

1 Comment

1 Comment

  1. Pingback: UFC Fight Night tem brasileiro na luta principal e estreia de campeão

Comente esta reportagem

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

As últimas

Para o Topo