Futebol Internacional

Manchester United vence West Brom em jogo marcado pelo VAR

Getty Images

Com gol de Bruno Fernandes e interferências do VAR, o Manchester United vence o West Brom em confronto pela 8ª rodada da Premier League.

Os Red Devils esbarraram na formação defensiva do West Bromich e acabaram encontrando dificuldades para criar jogadas na primeira etapa. Na melhor chance, o goleiro Sam Johnstone fez uma grande defesa na cabeçada de Martial.

O West Brom conseguiu colocar uma bola na trave e teve um pênalti anulado pelo VAR no início da segunda etapa, mas foi através de pênalti que o Manchester United achou seu gol com Bruno Fernandes. O VAR foi protagonista ao ser responsável pela marcação do penal e pela anulação da primeira cobrança por apontar que o goleiro Johnstone havia se adiantado.

Com a entrada de Edson Cavani e as mexidas que deixaram o West Brom mais exposto, os Red Devils tiveram maior domínio na segunda etapa onde conseguiram finalizar em mais de 10 oportunidades.

A rodada ainda será complementada neste domingo, mas o Manchester United alcançou a mesma pontuação (13) de Everton, Crystal Palace e Wolverhampton, ultrapassando o Manchester City (12) e o Arsenal (12). O West Brom segue na zona de rebaixamento com apenas 3 pontos, sem nenhuma vitória.

O próximo compromisso dos Red Devils é na UEFA Champions League nesta terça-feira (24) contra o Istanbul. O West Brom volta a campo no próximo dia 28 para enfrentar o Sheffield United na Premier League.

O JOGO

Desde os primeiros minutos o West Brom havia deixado claro sua intenção de oferecer forte marcação e sistema defensivo seguro para tentar os contra-ataques através da formação 5-4-1. A missão do Manchester United seria furar as duas linhas através de criatividade e tentar pressionar as saídas adversárias. Para que a missão do West Brom fosse bem sucedida, o goleiro Johnstone deveria estar em um bom dia. Quando foi exigido logo no primeiro minuto correspondeu bem, espalmando a bola no forte cabeceio de Martial dentro da área.

Percebendo a solidez do sistema defensivo, o West Brom estava começando a sair mais para o ataque durante o 1º tempo, principalmente na velocidade de Diangana e Bartley. Entretanto, o United também começou a explorar estes espaços cedidos e quase conseguiram marcar o primeiro aos 16 na triangulação entre Rashord, Bruno Fernandes e Martial. Na conclusão, mais uma grande defesa de Johnstone que parecia inspirado.

A chegada mais perigosa do West Brom aconteceu aos 20. Em jogada individual pelo meio-campo, Matheus Pereira entortou Matip, passando rasteiro para Grant e chutou rasteiro pelo lado direito da área. A bola não entrou devido ao desvio providencial de Lindefof. O lance acabou animando a equipe de Bilić que passou a marcar no campo de ataque em alguns momentos.

Depois do susto sofrido, os Red Devils dominaram a posse de bola no restante da primeira etapa e conseguiram pressionar o West Brom. Contudo, o setor criativo acabou caindo no desempenho e os jogadores tiveram que recorrer aos lançamentos em profundidade, principalmente pelo lado esquerdo.

O United precisava encontrar maiores espaços no último setor do campo para conseguir traduzir a posse em chances reais. Mas o início do segundo tempo ficou marcado por outro momento de susto em Old Trafford. Logo na primeira jogada, Towsend acertou um ótimo cruzamento rasteiro para Gallagher concluir no meio da área mas acabou sendo derrubado por Bruno Fernandes. Para a sorte de Solskajaer e sua equipe, o VAR reverteu a marcação de pênalti do árbitro. Aos 51, foi a vez do goleiro De Gea salvar o United em chute certeiro de Townsend.

A situação foi totalmente revertida aos 7 do 2º tempo em pênalti marcado contra o West Brom. No cruzamento de Juan Mata, a boal desviou no braço de Furlong e o árbitro não pensou duas vezes na marcação. Na cobrança, Bruno Fernandes bateu no canto esquerdo, mas Johnstone estava inspirado e defendeu com bastante categoria. Porém, o VAR detectou que o goleiro havia se adiantado e mandou repetir a cobrança onde, enfim, o Manchester United conseguiu abrir o placar aos 10 do 2º tempo com o atacante português, desta vez, cobrando na direita.

Apesar da situação adversa o West Brom queria demonstrar que não estava morto no jogo e quase conseguiu o empate aos 19 do 2º tempo. Robinson recebeu de Robson-Kanu na direita e chutou com bastante força para acertar a trave. Em seguida foi a vez do United desperdiçar a chance de amplair a vantagem. Bruno Fernandes cruzou rasteiro e Bartley não alcançou pelo meio. A bola sobrou para Rashford na pequena área, mas o atacante demorou para concluir e parou na defesa de Johnstone.

No restante do 2º tempo, o Manchester United conseguiu administrar bem a vantagem e não sofreu mais grandes sustos, devido à entrada de Cavani que deu maior consistência ao setor ofensivo, evitando que novas situações perigosas do West Brom fossem criadas.

FICHA TÉCNICA Premier League 2020/21 – 9ª Rodada
Manchester United 1-0 West Bromich

Data: 21/11/2020, 17:00
Estádio: Old Trafford
Árbitro: David Coote

Gols: 2T 10′ Bruno Fernandes (Manchester United)

Substituições – Manchester United: Cavani (Juan Mata); van de Beek (Rashford); McTomminay (Fred)

Substituições – West Brom: C.Robinson (Ahearne-Grant); Robson-Kanu (Diangana); Krovinović (Ivanović)

Manchester United (3-4-3): David De Gea; Aaron Wan-Bissaka, Victor Lndelof, Harry Maguire, Alex Telles; Matic, Fred; Juan Mata, Bruno Fernandes, Marcus Rashford; Anthony Martial. Técnico: Ole Gunnar Solskjær.

West Brrom (5-4-1): Sam Johnstone, D.Furlong; Ajayi, Bartley, Ivanovic, Townsend; Matheus Pereira, Sawyers, Conor Gallagher, Diangana; Karlan Grant. Técnico: Slaven Bilić

Siga o Esporte News Mundo no TwitterInstagram e Facebook.

Clique para comentar

Deixe uma resposta

As últimas

To Top