Botafogo

Mazzuco classifica returno do Botafogo como ‘pífio’ e foca em retomar ‘mentalidade vencedora’

Mazzuco lamenta returno do Botafogo (Foto: Vitor Silva/Botafogo)

Diretor executivo de futebol do Botafogo, André Mazzuco tomou a palavra após a derrota para o Internacional por 3 a 1 nesta quarta-feira, no Beira-Rio

Foto: Vitor Silva/Botafogo

Diretor executivo de futebol do Botafogo, André Mazzuco tomou a palavra após a derrota para o Internacional por 3 a 1 nesta quarta-feira, no Beira-Rio, e fez um balanço da temporada 2023. O dirigente classificou o desempenho no segundo turno do Brasileirão como “pífio”, disse que o foco será buscar retomar a “mentalidade vencedora” e prometeu que o Glorioso será melhor em 2024.

                 

Primeiro e segundo turno

– Acho que fomos uma equipe improvável no primeiro turno. Batemos recordes, fazendo uma campanha realmente maravilhosa, assim como a gente foi improvável no segundo turno, fazendo uma campanha extremamente abaixo, eu até diria pífia, onde nós, por várias razões, não conseguimos nos reerguer nesse momento. Apesar de terminar o ano em quinto, o que nos dá essa disputa da “Pré-Libertadores”, a gente termina o ano com o sentimento realmente de frustração.

Mentalidade vencedora

– Temos um objetivo muito claro de resgatar a mentalidade vencedora, que é uma coisa que em algum momento a gente perdeu o brilho e não conseguiu recuperar. É uma missão que nós temos, esse é o novo objetivo. A construção do Botafogo é feita em cima dessa mentalidade vencedora, de ter pessoas vencedoras, que tenham ambição, e por isso um dos objetivos esse ano era ir para a Libertadores. Criamos uma expectativa real, o título ficou em nossas mãos e não aconteceu, mas ano que vem continuamos da mesma forma, querendo brigar em cima e disputar títulos, resgatar o comportamento, atitude de atletas, de staff, de todos que se envolvem com o Botafogo. E isso vale para o torcedor.

Sentimento

– Finalizamos a temporada com sentimento de frustração, de tristeza pela forma que o campeonato termina. Temos o desafio enorme de buscar um equilíbrio maior. Desde o início do projeto ano passado, o Botafogo vem sendo construído para se solidificar, para buscar conquistas, e isso é um processo que tem um pouco mais de um ano e meio.

Agradecimento ao torcedor

– É importante um agradecimento muito especial ao torcedor do Botafogo, que viveu essas emoções conosco, que viveu essa tristeza no final, mas acho que a gente pode ver de novo o brilho de todo torcedor botafoguense lotando os estádios, apoiando, dando o suporte necessário, independentemente das críticas, dos momentos ruins. É importante um time grande como o Botafogo ter a torcida ao lado, lotando o estádio. A gente garante que ano que vem é mais um passo à frente, mais um processo de solidificar, de disputar as competições que a gente vai enfrentar. Não tenho dúvidas de que o torcedor vai estar do nosso lado.

Tiago Nunes

– Quero agradecer ao Tiago (Nunes) que topou vir nesse momento, nesse recorte mais curto, para nos ajudar. Ao mesmo tempo, enaltecer que nosso projeto com o Tiago inicia em janeiro para a temporada 2024, é um projeto que já temos trabalhado e conversado, temos conversado ativamente com o John (Textor) e com o Alessandro (Brito). Feliz por iniciarmos a temporada com o pessoal que já está aqui em casa, já pode conhecer o clube e nos ajuda no processo de avaliação.

Clique para comentar

Comente esta reportagem

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

As últimas

Para o Topo