Campeonato Carioca

Olaria vence fora de casa e fica próximo do título da Taça Santos Dumont

Jogadores do Olaria celebram vitória (Foto: Vinícius Gentil / Olaria)

Resultado positivo encaminhou classificação da equipe para a semifinal do Carioca Série A2.

Foto: Vinícius Gentil / Olaria

Com dois gols do atacante Davi Ferreira, o Olaria venceu o Macaé, neste sábado (15), no estádio Cláudio Moacyr, pelo placar de 2 a 0 e reassumiu a liderança da Taça Santos Dumont, com 19 pontos. É importante dizer que o resultado encaminhou a classificação da equipe para a semifinal do Campeonato Carioca da Série A2 e deixou o azulão próximo do título do turno.

                 

A equipe comandada por Palinha Olivério lidera com um ponto de vantagem para o Americano, que aparece na segunda colocação. O detalhe é que o Resende, que disputa o Campeonato Brasileiro da Série D em paralelo com o carioca, tem 10 pontos em sete jogos e se vencer as partidas que estão atrasadas, pode empatar em pontos com o Olaria.

Siga o Esporte News Mundo no TwitterInstagram e Facebook

Para ficar com o título do turno, o Olaria precisará de uma vitória simples diante do Petrópolis na última rodada da Taça Santos Dumont. Aliás, a grande atuação do time na partida deste sábado, encheu o torcedor de expectativa. Isso porque, internamente a vitória foi analisada como uma das grandes atuações do ano. .

O atacante Davi Ferreira foi o grande nome do jogo com os dois gols, mas ele contou com uma partida irretocável de Léo Pimenta no meio campo dando ainda mais experiência para o setor. O jogador foi importante tanto no sistema defensivo quanto nas fugas para o ataque. Neste Olaria que começou a Série A2 como um dos favoritos ao título, o que se vê hoje é a melhor versão da equipe.

Agora o azulão terá 18 dias de treino até a última rodada diante do Petrópolis. A pausa e necessária para o Resende jogar as partidas que foram adiadas em função da série D. Com isso, Olaria e Petrópolis entram em campo no dia 2 de agosto, na Rua Bariri.

Clique para comentar

Comente esta reportagem

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

As últimas

Para o Topo