Coritiba

Por meio de votação online, sócios do Coritiba poderão votar sobre mudança para clube-empresa

Divulgação/Coritiba

Ficou definido para o dia 23 de dezembro, ocorrerá por meio de votação online, uma assembleia geral para os sócios do Coritiba votarem sobre a mudança para um clube-empresa. A votação será aberta às 10h até às 14h e o Verdão divulgará ainda nesta segunda-feira (6), uma lista com os nomes dos associados que estarão aptos a participar dessa decisão.

Para saber tudo do Coritiba siga o Esporte News Mundo no Twitter, Instagram e Facebook

Caso a maioria dos sócios votem a favor dessa mudança, o conselho administrativo do Verdão poderá transformar o clube num modelo de Sociedade Anônima de Futebol (SAF). Em nota publicada no site oficial, explicou de forma rápida os três pilares fundamentais para a transformação da história, caso de concretize, poderia ser um divisor de águas para um grande futuro do Coritiba:

  1. Mecanismos eficientes e seguros de enfrentamento da dívida histórica do clube, buscando um formato saudável para o Clube e SAF
  2. Modernização das práticas de Governança e Compliance;
  3. Captação de Investimentos dentro de mecanismos praticados no mercado e regulados pela legislação, dando segurança ao investidor e captador.

+ Coritiba e Waguininho não chegam em acordo e o atacante deixará o clube

Ainda nesta nota, garantiu que não haverá alterações nas cores e outros elementos que identificam o time paranaense:

‘Sustentadas nestes três pilares de avanços e modernizações, a aprovação e futura constituição da SAF também assegura a manutenção da história e a imagem de uma instituição tão gloriosa como é o Coritiba Foot Ball Club, à medida em que a lei garante que o clube continue sendo o guardião de questões como símbolo, emblemas, cores, camisas e demais elementos essenciais de sua história.’

E continuando, foi dito sobre os valores de governança:

‘Para isso, a estruturação da entidade com valores de governança, compliance e a adoção das melhores práticas de administração capazes de garantir a alocação de recursos a curto, médio e longo prazo é um movimento indispensável, ao passo que confere segurança ao investidor interessado, ao mesmo tempo que oferece credibilidade ao clube perante o mercado como um todo, destacando-se junto às demais entidades de prática desportiva que também buscarão realizar o mesmo movimento.’

Outros times do Brasil já aprovaram a mudança para um clube-empresa, como a Chapecoense, Botafogo, Athletico e Cruzeiro.

Click to comment

Comente esta reportagem

O seu endereço de e-mail não será publicado.

As últimas

To Top