São Paulo

São Paulo e Ponte Preta, adversários deste sábado já fizeram final de Paulistão; relembre 

São Paulo e Ponte Preta se enfrentão neste sábado (10) (Rubens Chiri/Saopaulofc.net)

O São Paulo encara a Ponte Preta, em Campinas neste sábado (10) pelo Paulistão. Os times protagonizaram a final de 1981 com direito a golaço de Chulapa. Na época, o Tricolor foi bicampeão.

Rubens Chiri/Saopaulofc.net

Neste sábado (10), o São Paulo viaja até Campinas para encarar a Ponte Preta. A partida é pela sétima rodada do Campeonato Paulista e será disputada no estádio Moisés Lucarelli, às 18h (de Brasília). No ano passado os times não se enfrentaram, porque a Macaca estava na segunda divisão do estadual.

                 

Embalado no Paulistão, o São Paulo tenta a quarta vitória consecutiva, já Ponte busca sua segunda vitória em sequência. O Tricolor lidera o grupo D com 13 pontos, mas com um jogo a menos. A Ponte Preta vem em segundo no grupo B com 9 pontos, 4 pontos a menos que o líder Palmeiras. 

Diferente do momento atual do São Paulo, a Ponte está em um cenário de reconstrução. O time conseguiu o título da segunda divisão paulista no ano passado e agora busca se estabelecer na elite. O Tricolor Paulista é o atual campeão da Supercopa e da Copa do Brasil.

 O último duelo entre os clubes no Paulistão foi em 2022, o São Paulo venceu por 2 a 1, gols de Calleri e Gabriel Sara. 

Final de 1981

O Campeonato Paulista de 1981, teve exatamente essa final, São Paulo e Ponte Preta. Vale ressaltar que o regulamento e o formato da época eram completamente diferentes do atual. Tanto que os dois jogos da final, só foram disputados em novembro. O placar agregado foi de 3 a 1 para o São Paulo. 1 a 1 na ida e 2 a 0 na volta com gols de Renato e Serginho Chulapa que sacramentou o título com um golaço. Recebeu a bola enfiada em direção a grande área, na saída do goleiro ele deu um chapéu e mandou, sem deixar a bola cair, direto para o gol. São Paulo se consagra bicampeão paulista (1980/81). O time era formado por:

São Paulo: Waldir Peres; Getúlio, Gassem (Nei), Dario Pereyra e Marinho Chagas; Almir, Renato e Heriberto; Paulo César (Tatu), Serginho Chulapa e Mário Sérgio.

Técnico: Formiga.

Para saber tudo sobre o São Paulo, siga o Esporte News Mundo no Twitter, Facebook e Instagram

Ao contrário do São Paulo, nunca rebaixado no Brasileirão, o time canpinense não joga a primeira divisão nacional desde 2017, quando terminou na vice-lanterna. Naquele ano, os jogos entre os times terminou em 1 a 0 Ponte em Campinas, no Primeiro turno e 2 a 2 no Morumbi no returno.

Clique para comentar

Comente esta reportagem

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

As últimas

Para o Topo