e-Sports

Worlds2020: SuperMassive derrota MAD Lions por 3 a 2 em série muito disputada

Reprodução / Riot Games
— Continua depois da publicidade —

A SuperMassive venceu o duelo contra a Mad Lions pelo primeiro MD5 do play-in do Grupo B na Fase de Entrada do Mundial de League of Legends 2020.

O duelo ficou marcado por diversas alternâncias e erros por ambos os lados que permitiram reviravoltas. Porém, a equipe com mais recursos técnicos acabou confirmando sua vitória com um sólido Jogo 5.

Nesta quarta-feira, a SuperMassive enfrentará a Unicorns of Love em nova série MD5 em duelo que definirá uma das vagas para a Fase de Grupos do Worlds 2020.

Jogo 1

Arte: Esporte News Mundo

Foi na rota inferior o primeiro abate da série aos 5 minutos de partida a favor da SuperMassive, com a eliminação do jungle KaKao contra o suporte Kaiser. Aos oito minutos, os turcos garantiram o primeiro dragão sem nenhuma contestação dos adversários.

Aos 14 minutos, o dragão do oceano foi conquistado pela SuperMassive, que acumulava 4-0 nos abates e 2k de vantagem no ouro contra a MAD, que conseguiu anular a iniciação de uma teamfight em seguida mas que custou eliminação do mid-laner Humanoid que foi surpreendido por KaKao.

Uma nova batalha na rota do meio foi iniciada pelos turcos aos 17 minutos, o que custou eliminações importantes com triple kill do top-laner Orome. Logo em seguida, os turcos tentaram contestar o dragão do oceano e falharam. Com 20 minutos jogados, a situação havia sido invertida com vantagem de 3k a favor da MAD no ouro, que igualou o placar de abates em 8-8.

Outra teamfight importante acontecu aos 23 minutos com iniciação do suporte turco Snowflower e rendeu três eliminações a favor de sua equipe. A SuperMassive iniciou o barão aos 27 minutos com tentativa de contestação, mas os turcos conseguiram interromper o objetivo, enquanto a MAD Lions conquistou seu terceiro dragão do oceano três minutos dpeois.

Com 34 minutos de partida, a SUP tentou entrar na base da MAD com pouco à perder, e uma nova batalha foi travada por ambas equipes que resultou em três eliminações para cada time. O problema para os europeus foi a conquista de um novo dragão, conseguindo roubar o objetivo da MAD Lions e eliminando todos os seus jogadores em jogada que consistiu na vitória da SuperMassive, visto que a equipe aproveitou para invadir a base adversária com facilidade. Cabe ressaltar o bom início do topo Armut na série, com 5 eliminações e 15 assistências no primeiro jogo.

Jogo 2

Arte: Esporte News Mundo

Antes do segundo jogo ser iniciado, chamou atenção em como a MAD conseguiu escolher Lilla, Lucian e Ornn depois dos picks/bans, pois a SUP aparentemente estava preocupada com as escolhas da selva e do atirador, deixando uma brecha para que estas escolhas ocorressem.

O primeiro movimento da partida foi a conquista do dragão do oceano pela SuperMassive aos 5 minutos. Logo em seguida, Humanoid derrotou KaKao e conquistou o primeiro abate do jogo, sendo derrubado pelo top-laner İrfan “Armut” logo em seguida.

Aos 11 minutos, o segundo dragão obtido pela SUP foi sem contestação, mas os adversários estavam abrindo vantagem considerável em ouro, além da vantagem que estava sendo conquistada nas teamfights, contribuindo para que a MAD forçasse a retirada da SUP na disputa pelo terceiro dragão da partida aos 17 minutos.

Os momentos decisivos passaram pela batalha na conquista do barão aos 23 minutos, que foi importantíssima para a MAD Lions. Depois de eliminações consecutivas do meio Bolulu para a SUP (mesmo com a conquista de um dragão pela MAD), o barão foi iniciado pelos turcos. Na teamfight mias importante, “Shad0w” conseguiu roubar o objetivo dos adversários e aproveitou para destruir um inibidor da SuperMassive. Aos 28 minutos, foi a vez do segundo inibidor cair e mais um dragão ser conquistado pela MAD.

O final da partida parecia questão de tempo, e aos 31 minutos, o nexus foi destruído e a MAD conseguiu empatar a série em 1-1-, em atuações excelentes de Kaisar e principalmente Humanoid, que conseguiu dominar a rota do meio totalmente contra o time turco utilizando Ornn.

Jogo 3

Arte: Esporte News Mundo

Em relação às escolhas antes da partida, Ornn foi banida após ter feito bastante estrago no jogo anterior como já era esperado. Ou seja, uma das principais características da partida seria ficar de olho em como Lilla sobreviveria sem o auxílio de Orn nas teamfights.

O primeiro abate do Jogo 3 demorou 7 minutos e ocorreu na rota superior do mapa, com a eliminação de Orome contra Armut a favor da MAD. Por volta dos 10 minutos, a SUP conquistou o primeiro dragão da partida sem contestação. A equipe turca demonstrava estar em vantagem no early game com 4-1 nos abates, com boa atuação da campeã Lillia que tem sido cada vez mais bem utilizada no mundial. No lado da MAD, os drafts estavam consideravelmente problemáticos.

Aos 15 minutos, um Ace representou a superioridade dos turcos neste terceiro jogo da série, com double kill de Zeitnot e péssima tomada de decisão do suporte Carzzy (MAD), que estava completamente perdido durante a teamfight. Dominando completamente a partida, a SUP conquistou o terceiro dragão da partida aos 20 minutos, momento no qual tínhamos 10-2 no placar de abates e 4-0 em torres destruídas, levando à um desespero da MAD que estava tendo problemas na visão de jogo à ponto de torres dentro da base caírem sem contestação alguma.

Com 24 minutos, mais uma teamfight vencida pelos turcos que conseguiram eliminar quatro jogadores da MAD e conquistarem o barão. Mesmo restando dois inibidores na base adversária, a SuperMassive optou por tentar impedir a conquista de um dragão pelo time europeu, mas não teve sucesso desta vez, permitindo um respiro à MAD Lions nesta partida.

Contudo, foi decisiva a teamfight dos 31 minutos na qual todos os jogadores da MAD Lions foram derrotados tentando defender sua base, expondo o nexus e encerrando a partida com vitória da SuperMassive.

Jogo 4

Arte: Esporte News Mundo

Desta vez, um início mais cauteloso pelas duas equipes fez com que nenhuma eliminação ocorresse nos primeiros 10 minutos, momento no qual a SuperMassive conquistava o primeiro dragão do oceano da partida. O primeiro abate ocorreu logo em seguida, com KaKao eliminando Orome na rota superior.

Aos 15 minutos, a primeira teamifght ocorreu na rota do meio com vantagem da equipe turca, que conquistou o dragão do inferno enquanto a MAD Lions estava perdendo o controle de sua early game, ressaltando que Humanoid era o líder de ouro naquele momento (6.5k). Cinco minutos depois, outra teamfight na rota do meio envolveu todos os jogadores de ambas equipes e novamente com vantagem da SuperMassive, que eliminou quatro jogadores da MAD Lions com destaque para as assistências de Bolulu e SnowFlowers. Esta batalha rendeu o terceiro dragão da partida aos turcos.

Houve batalha intensa também pelo dragão do inferno, mas desta vez com roteiro diferente: Humanoid correspondeu bem no meio e conseguiu eliminar três jogadores da equipe adversária. Tendo espaço e tempo necessários, a equipe europeia aproveitou a oportunidade e conquistou o barão, conseguindo também reverter a desvantagem de ouro acumulado.

O lance acabou sendo decisivo pois a MAD Lions conseguiu utilizar o barão para invadir a base conseguir um ace e derrubar o nexus, finalizando com 30 minutos uma partida que teve roteiro semelhante à eliminação da INTZ: revertendo uma partida na qual estava encaminhada para perder. Cabe destacar mais uma boa atuação do alemão Kaiser.

Jogo 5

Arte: Esporte News Mundo

No primeiro dia de séries MD5 já tivemos uma série necessitando do jogo desempate para uma definição, e pelo que as equipes demonstraram no início, a partida seria mais movimentada que as demais. A primeira batalha entre as equipes ocorreu com 6 minutos, com duas eliminações para a SuperMassive.

Na primeira grande teamfight, a vantagem total da foi da equipe turca que eliminou quatro jogadores da NMAD, tendo apenas Armut como baixa aos 14 minutos da partida em batalha que acabou garantindo dragão à SUP e duas torres adversárias destruídas. Chamou atenção o fato de que Humanoid não usou flash e acabou sendo vencido por Bolulu.

Com 20 minutos de partida já era perceptível que a vantagem da SUP era considerável, dominando totalmente o mapa e ditando as ações do jogo. Foi neste momento também em que o dragão do oceano foi conquistado, sem contestação alguma.

Houve um momento de susto para a SuperMassive aos 26 minutos quando Humanoid conseguiu uma improvável double kill e permitiu que a MAD lutasse pelo dragão do inferno, mas as esperanças logo foram perdidas depois de Zeitnot roubar o objetivo, garantindo a eliminação de toda a equipe europeia e a conquista do barão para invadir a base e fechar o jogo com 29 minutos, encerrando a série com vitória por 3-2 a favor da SUP.

Dentre todos os erros cometidos pela MAD Lions, o principal deles talvez tenha sido nos picks antes do jogo decisivo: escolher Renekton, Graves, Corki e Senna contra Malphite e Sett acabou sendo uma das decisões mais contestáveis, além de ter insistido em alguns erros cometidos durante a série inteira visto que Orome seguiu não tankando e Carzzy insistiu em escolher Senna mesmo com insucessos consecutivos.

Mundial de League of Legends você acompanha no ENM.

Clique para comentar

Deixe uma resposta

As últimas

To Top