Lutas

Anderson Silva se coloca à disposição para revanche com Vitor Belfort no boxe

Anderson Silva
Divulgação/Facebook UFC Brasil

Vitor Belfort anunciou que pretende iniciar uma carreira no boxe e um antigo rival já se coloca à disposição para ter sua chance de poder o enfrentar: Anderson Silva, que também decidiu enveredar pela nobre arte.

Siga o Esporte News Mundo no TwitterInstagram e Facebook

O ‘Spider’ deu uma entrevista coletiva para promover a luta que fará contra Julio Cesar Chavez Jr no próximo dia 19, em Guadalajara (MEX). E ao ser perguntado sobre a declaração do ‘Fenômeno’, se disse bem-vindo à uma possibilidade de que ambos possam fazer uma revanche e fez elogios ao compatriota, desejando sorte ao ex-colega de UFC nos ringues.

— O Vitor é um grande atleta, um grande lutador. É uma referência para o esporte no Brasil. Sobre uma luta entre a gente, tudo é possível. Ele é um super talento, que com certeza vai ter muito sucesso no boxe. Tudo é muito novo, uma nova era e boa sorte para o Vitor nessa empreitada – disse Anderson.

Mas a possibilidade de uma revanche com Vitor Belfort pode ser a única vez em que Anderson Silva cogitaria enfrentar um adversário dos tempos do MMA. O brasileiro disse ‘não’ a qualquer outro combate contra lutadores das artes marciais mistas no momento, preferindo se testar contra pessoas que tenham origens na nobre arte.

— Não tenho a pretensão de enfrentar ex-adversários no boxe. O MMA é uma página que passou na minha vida. Estou aqui para representar o Brasil no boxe e quero dar o meu melhor no boxe – completou o ‘Spider’.

E para o próprio brasileiro, a experiência nos ringues é algo novo. Apesar de ter feito duas lutas no boxe no passado, sua carreira está ligada ao MMA e ao sucesso como campeão do UFC. E até o treinamento tem trazido coisas ao brasileiro que nunca tinha vivenciado.

— Mudou na parte física, estamos fazendo mais resistência e explosão do que pura força. Está sendo legal porque nunca tinha treinado a parte física desse jeito, só duas vezes por semana. Treino boxe todos os dias, mas só duas vezes o treino físico. A gente conseguiu se adaptar. Tem que estar tudo na mente na hora da luta, porque você tem a memória muscular dos golpes – afirmou Anderson.

Click to comment

Comente esta reportagem

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

As últimas

To Top