Campeonato Brasileiro

Chapecoense e Ceará fazem jogo fraco e ficam no empate sem gols pelo Brasileirão

Márcio Cunha/Chapecoense

Neste domingo (13), a Chapecoense recebeu o Ceará na Arena Condá, em Chapecó Santa Catarina.Em uma partida sem maiores emoções, com defesas bem postadas e pouca criatividade no ataque, o jogo foi marcado por momentos individuais de jogadores das duas equipes. Lima levou perigo duas vezes, Cléber em outro momento e Anselmo Ramon respondeu para o Verdão do Oeste, mas nada que tirasse o 0 a 0 do placar.

A Chapecoense volta à campo nesta quarta-feira (16), onde viajará à capital paulista para enfrentar o São Paulo no Morumbi, às 19h. Já o Ceará voltará a jogar na quinta-feira (17), quando recebe o Bahia na Arena Castelão, em Fortaleza, às 19h.

Primeiro tempo

No início do primeiro tempo, o Ceará pressionava muito a saída de bola da Chapecoense, que buscava sempre bolas longas e sair em contra ataque. Com o decorrer do jogo, o Verdão foi encontrando mais tranquilidade no meio campo, mas sem conseguir penetrar na defesa do Ceará, sendo obrigado a apelar para lançamentos e jogadas pela lateral, todas sem sucesso.

Foi dos pés de Lima, pelo lado do Vozão, que saíram as duas chances mais claras de gol do primeiro tempo: um chute no travessão, rebatendo nas costas de Tiepo, que estava no chão após se esticar para fazer a defesa, acabou pegando no pé da trave, para a sorte da Chape. Em outro lance do jogador do Vozão, com bela jogada individual, ele chutou e Tiepo caiu para fazer a defesa, espalmando praticamente nos pés de Cléber, que não conseguiu concluir corretamente.

O goleiro Tiepo, inclusive, sofreu uma entorse no joelho esquerdo, em um tiro de meta, e precisou ser retirado de maca do campo, sendo colocado imediatamente na ambulância. João Paulo, terceiro goleiro do Verdão, substituiu o titular até o fim da partida. Busanello, defensor da Chape, também precisou sair de campo, com dores na região posterior da coxa direita, e também deixou o jogo, para a entrada de Derlan.

Em uma de suas primeiras participações no jogo, o próprio Derlan fez belo cruzamento para Anselmo Ramon, que concluiu de cabeça, com a bola passando próxima ao ângulo esquerdo de Richard, sendo o lance de maior perigo da Chapecoense no primeiro tempo.

Segundo tempo

No segundo tempo, não se criaram muitas boas oportunidades para os dois lados. A briga pela bola no meio campo foi intensa, mas nenhum dos times conseguiu avançar as trincheiras, e acabaram por construir ataques inconclusivos. Em uma cobrança de escanteio, João Paulo, que substituiu Tiepo, saiu mal na bola, e quase marcou um gol contra.

Os lances de maior perigo da Chapecoense foram construídos por Fernandinho, que rabiscou dois defensores do Ceará, invadiu a área e chutou à esquerda da meta de Richard. Noutro lance, de fora da área, ele conseguiu um belo chute, obrigando o goleiro do Vozão à saltar para conseguir espalmar a bola. No mais, o resto do jogo não teve emoção, e nenhum lance levou maior perigo às traves das duas equipes.

PREOCUPAÇÃO NA CHAPECOENSE

Caso a lesão de Tiepo se configure em algo mais sério, a Chapecoense ficará sem seus dois goleiros principais à disposição. Keiller, que desde a final do Campeonato Catarinense vinha sentindo desconfortos na perna, ainda está em processo de transição, e pode desfalcar a Chape por alguns jogos ainda. Diante desta situação, o Verdão seria obrigado à usar seus goleiros menos experientes, como João Paulo, que substituiu Tiepo no jogo de hoje.

Para saber tudo sobre o Campeonato Brasileiro, siga o Esporte News Mundo no TwitterFacebook e Instagram.

CLIQUE AQUI PARA CONFERIR MAIS DESTE TEMPO REAL

Click to comment

Comente esta reportagem

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

As últimas

To Top