Campeonato Brasileiro - Série B

Na estreia de Ney Franco, Cruzeiro joga bem, bate o Vitória e torna a vencer na Série B

Thiago (esq.) e Régis (dir.) celembram gol da vitória do Cruzeiro (Foto: Gustavo Aleixo/Cruzeiro)
— Continua depois da publicidade —

RESUMÃO

Na estreia do técnico Ney Franco, o Cruzeiro reencontrou o bom futebol e bateu o Vitória, por 1 a 0, no Mineirão, pela nona rodada da Série B do Campeonato Brasileiro. Mesmo com alguns momentos de inconstância em campo, a Raposa se mostrou mais bem postada e ofensiva. Enquanto isso, o Vitória aproveitava os espaços para chegar ao ataque, o que funcionou em alguns lances. O segundo tempo porém, foi de superioridade mineira. O time da casa martelou, e em uma de suas 18 finalizações no jogo, marcou com Régis, de cabeça, após bom passe por elevação de Arthur Caíke, aos 31 minutos da etapa final.

ALÍVIO CELESTE

O Cruzeiro não vencia há seis jogos, contando encontros pelo Campeonato Mineiro e pela Copa do Brasil. Pela Série B, a vitória não vinha há quatro partidas. Com o resultado, a equipe azul chega a oito pontos na 16ª colocação, mas pode perder posições pois tem pelo menos um jogo a mais do que todos os concorrentes que vêm atrás na tabela.

RETORNO COM O PÉ DIREITO

Ney Franco trabalhou nas categorias de base do Cruzeiro por 11 anos, entre 1993 e 2004. No retorno à Raposa, 16 anos depois, estreia com vitória no profissional. Mas do que isso, o novo treinador mudou a cara da Raposa, que se mostrou mais ofensiva, compacta e com maior repertório e jogadas. O técnico também mostrou ousadia. Quando a partida ainda estava 0 a 0, o Cruzeiro chegou a ter Maurício, Régis, Aírton, Arthur Caíke e Thiago em campo do meio para frente, com Jean como único volante.

ALENTO VEM DO BANCO

O autor do gol da vitória Régis substituiu Jadsom aos 10 minutos do segundo tempo. Mas o camisa 10 não foi a única boa notícia vinda o banco de reservas. O recém-contratado Rafael Silva, que entrou no lugar do lesionado Cáceres (o camisa 2 deixou o campo com dificuldades de andar), entrou com personalidade, foi bem ofensiva e defensivamente, e tranquilizou o torcedor em relação a uma possível ausência do paraguaio.

PRÓXIMOS JOGOS

O Cruzeiro volta a campo contra o CSA, no sábado que vem, às 19h, em Maceió. O Vitória por sua vez, visita o Juventude nesta segunda-feira (14), às 20h, em Caxias do Sul.

“Estamos em uma competição difícil. Se não tiver um envolvimento físico e emocional com a marcação, para jogar apenas com a bola, é fadado a ter insucesso. Vamos desenvolver nos atletas, que quando não der na técnica, compensar na tática e força.” Ney Franco #MineirãoENM

“Nos treinamentos, eu entrei para dentro do campo para fazer esse trabalho de posição. Precisava fazer essa marcação, foi um treinamento muito bom. Em apenas um trabalho de 35 minutos os atletas entenderam bem.” Ney Franco #MineirãoENM

“O que eu sempre vou tentar passar para a equipe, é a marcação alta para não deixar o adversário sair jogando. Quando conseguir, fazer uma transição com bloco baixo para roubar a bola e explorar o contra-ataque. Esse é o Cruzeiro que queremos armar.” Ney Franco #MineirãoENM

“Temos que reforçar os muitos pontos positivos dessa equipe, com o bom trabalho do Enderson, e aproveitar essa força que a equipe já tem. E, aos poucos, a cada rodada ir incrementando um detalhe em cima das circunstâncias de treinamento no jogo.”

Ney Franco

#MineirãoENM

“Não dá para jogador de outra maneira, a não ser que seja uma equipe intensa, que procure o gol a todo inteiro. Por isso o treinamento na quinta-feira, para começar essa ideia de jogo. Queremos ter uma identidade tanto dentro de casa, quanto fora de casa.” Ney Franco #MineirãoENM

“O Régis é um jogador com muita qualidade, mas eu tenho trabalhado com o grupo que a gente não faz uma equipe competitiva, apenas pensando nos 11 titulares. Ele entrou e fez muito bem o que sabe e foi coroado com o gol.” Ney Franco #MineirãoENM

Ney Franco “Ansiedade. Nós tivemos dois momentos no jogo que deu esse momento de ansiedade, e vimos que a equipe começou a se perder em campo. Sentimos que bate na memória, o pensamento do último jogo, que sofremos o gol de empate. Foi um pouco da ansiedade.”#MineirãoENM

Ney Franco: “Eu mudei o posicionamento do setor de meio campo, coloquei apenas um volante centralizado (Jean), que fez uma baita partida hoje. E coloquei dois meias junto com três atacantes na frente. Treinei a marcação alta para não deixar o adversário sair jogando.”#MineirãoENM

Ney Franco sobre a vitória celeste:
“O resultado foi justo e dentro dessa justiça, o merecimento veio na forma da equipe jogar, procurando o gol o tempo todo.”
#MineirãoENM

Fala, Régis (CRU)
“Agradecer ao elenco que sabia que seria difícil, vínhamos trabalhando muito para buscar o resultado que, infelizmente não estava vindo, mas, hoje, com o empenho de todos, todo mundo está de parabéns. É daqui para mais, temos que pensar grande.” #MineirãoENM

Fala, Wallace! (VIT)
“Jogamos bem no primeiro tempo, mas depois não conseguimos fazer a transição da defesa para o ataque. O Cruzeiro cresceu no jogo e em uma infelicidade nossa, uma saída de tiro de meta do Fábio, acabamos sofrendo o gol. Erro infantil ao meu ver.” #MineirãoENM

CLIQUE AQUI PARA CONFERIR MAIS DESTE TEMPO REAL

Clique para comentar

Deixe uma resposta

As últimas

Ao topo