Outro lado

Camas de papelão da Vila Olímpica de Tóquio vão virar leitos de Covid-19 em Osaka

Camas de papelão da Vila Olímpica de Tóquio vão virar leitos de Covid-19 em Osaka
Greg Martin/IOC/Divulgação

O prefeito de Osaka, Hirofuki Yoshimura, anunciou, no último final de semana, que solicitou ao Comitê Organizador dos Jogos Olímpicos de Tóquio a doação das camas recicláveis ​​utilizadas na Vila dos Atletas, como objetivo de criar novos leitos de COVID-19 no município.

Atualmente, o Japão está lutando contra uma quinta onda de coronavírus e, no mês passado, antes do início dos Jogos Paralímpicos de Tóquio, encerrados no dia 5 de setembro, o país já havia estendido suas restrições. No último final de semana, a Prefeitura de Osaka relatou 1.147 novas infecções junto e uma morte.

De acordo com o portal Kyodo News, cerca de 800 das camas, que foram projetadas para suportar peso de até 200Kg e travesseiros usados durante os Jogos de Tóquio, devem ser transferidos para um Hospital de Campanha de Osaka para atendimento de pacientes de Covid-19 com sintomas leves ou assintomáticos.

– Essas camas eram para os atletas olímpicos e são de alta qualidade-, disse Yoshimura à imprensa local.

Além disso, segundo o portal, a fornecedora da fabricante do produto, Airweave Inc., e os Organizaodores dos Jogos  deram sinal verde para o político e vão doar os itens para as instalações da unidade de saúde.

Nos Jogos Olímpicos e Paralímpicos de Tóquio foram utilizadas cerca de 18 mil camas recicladas nos dormitórios da Vila dos atletas. Criadas com o objetivo realizar um evento com mais consciência ambiental do que nos anos anteriores, apresentando, assim, conceitos e soluções inovadores da história do torneio.

Click to comment

Comente esta reportagem

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

As últimas

To Top