Corinthians

Cássio sobre a Libertadores: ‘Temos que nos impor como Corinthians’

Foto: Reprodução Youtube Corinthians TV

No final da manhã desta terça-feira (04), foi realizada uma coletiva de imprensa com o goleiro Cássio, no CT Joaquim Grava. A entrevista, marcada para as 11h30min, teve como foco principal a estreia do Timão na CONMEBOL Libertadores contra o Liverpool (URU), bem como o desempenho no restante da competição.

                 

Questionado sobre as últimas campanhas do Timão na Libertadores e como não subestimar o adversário, Cássio afirmou:

“Muitas vezes nós temos que aprender com os erros e acho que a gente tem feito isso. Se for pegar o ano passado, um jogo teoricamente que nós poderíamos ganhar o jogo e decidir em casa, a gente acabou empatando e tivemos que decidir fora de casa. Então tudo serve de aprendizado, crescimento e a gente tem que tá atento”, disse o goleiro.

E prosseguiu:

“Não vai nessa linha que ‘ah vai ser fácil’ que não é fácil, a Libertadores nunca é fácil, mas nós temos que nos impor. Temos que fazer nosso jogo, fazer um grande jogo, começar bem é importante. Então, tamo bem preparados […] A gente não pode em nenhum momento desmerecer nenhuma equipe e sim tentar jogas todas as partidas em busca dos três pontos”, falou Cássio.

Quer ficar por dentro de tudo que acontece com o Timão? Mais informações sobre o Corinthians, você encontra no Esporte News Mundo, através do TwitterFacebook e Instagram.

Indagado sobre como enxerga o Corinthians na Libertadores, Cássio falou:

“Olha, o caminho é difícil e se você pegar o caminho de todas equipes são muito difíceis, agora nós temos que encarar de frente a situação. No meu ponto de vista o Corinthians é uma das grandes equipes dessa competição que vai ter que fazer um grande campeonato, pra buscar o título, mas nós temos que tá entre os melhores, nós temos um elenco qualificado, nós temos uma grande equipe, nós não temos onze jogares, temos um elenco com mais de onze jogadores de qualidade e nós temos que nos impor como Corinthians”, concluiu Cássio.

Clique para comentar

Comente esta reportagem

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

As últimas

Para o Topo