Futebol Internacional

Lukaku decide, Inter vence Sassuolo em jogo atrasado e amplia vantagem na liderança do Italiano

DIVULGAÇÃO / INTER

Nesta quarta (07) Inter e Sassuolo fizeram partida atrasada, válida pela 28º rodada da Serie A. O jogo aconteceu no San Siro e ambos os treinadores contaram com desfalques muito importantes. Pelo lado da Inter, Conte não pode escalar Brozovic e Bastoni, suspensos pelo terceiro cartão amarelo, optando por Gagliardini na vaga de Brozo e Darmian ocupando a vaga de Bastoni no trio de zagueiros. Já pelo lado do Sassuolo, De Zerbi ainda não pode contar com Ferrari, Locatelli, Berardi e Caputo, que participaram da data Fifa com a Itália e após seguidos casos de pessoas do staff e jogadores testando positivo para o novo coronavírus, a direção do clube decidiu manter seus atletas afastados do restante do elenco.

Sem contar com seu zagueiro de melhor capacidade no passe e seu volante que divide a responsabilidade de organizar o jogo com Eriksen, conte baixou as linhas da Inter, deixou o Sassuolo controlar a posse de bola e apostou em transições rápidas, fosse com a velocidade do Hakimi em condução ou com a ligação direta para o ataque, buscando Lukaku ou Lautaro. E as ideias do treinador surtiram efeito, quando aos 10 minutos do primeiro tempo, Young achou bonito cruzamento na cabeça de Lukaku, que testou para o fundo da rede. O restante da primeira etapa teve um Sassuolo que controla a posse de bola mas não levava real perigo ao gol defendido por Handanovic.

O cenário se manteve para a segunda etapa, mesmo com ajustes feitos pelos treinadores no intervalo. No momento em que o jogo começava a ficar um pouco mais perigoso para a Inter, Lukaku arrancou pelo centro do campo e encontrou Lautaro bem posicionado para bater cruzado, vencendo Consigli e fazendo o segundo gol da Inter. De Zerbi lançou peças de seu banco de reservas em busca de uma reação e o Sassuolo até marcou com Traóre aos 35 minutos da segunda etapa, mas não havia mais tempo para chegar ao empate.

Com a vitória, a Inter abriu 11 pontos de vantagem para o segundo colocado Milan e está bastante confortável na busca pelo título italiano, que não vem desde a temporada 2009/2010, quando o clube conquistou a tríplice coroa sob o comando de José Mourinho.

Click to comment

Comente esta reportagem

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

As últimas

To Top