Corinthians

Corinthians e Jô rescindem contrato após ato de indisciplina

O atacante e o clube paulista optaram pela rescisão amigável do contrato

O relacionamento entre Corinthians e o atacante Jô chegou ao fim na tarde desta quinta-feira (09), com a rescisão amigável no contrato entre clube e jogador. Após ser visto curtindo a noite no pagode – enquanto o Corinthians jogava contra o Cuiabá – e faltar no treino do dia seguinte, ambas as partes optaram pela quebra do vínculo contratual.

As recentes polêmicas do atacante de 35 anos minaram o relacionamento com a atual diretoria do clube paulista.

O Corinthians não vai desembolsar nem um valor pela quebra do compromisso com o atacante. Jô também não precisará indenizar o clube. O jogador tinha vínculo até o fim de 2023.

Em sua terceira passagem no Timão, em junho de 2020, data que acertou o retorno ao clube que o revelou, Jô foi sempre cercado de polêmicas. Durante a pandemia do coronavírus no Brasil, o atleta foi a um resort, utilizou uma chuteira verde, faltou a treinos, chegou a desaparecer por alguns dias e por último foi flagrado no pagode enquanto o time era derrotado para o Cuiabá.

Com a camisa corintiana, foram 284 jogos e 65 gols. Ele se tornou o maior artilheiro do clube no século XXI e o 35º maior goleador da história da equipe. Foi bicampeão brasileiro (2005 e 2017) e campeão paulista (2017).

NOTA OFICIAL DO CORINTHIANS

Nesta quinta-feira (09), o Sport Club Corinthians Paulista e o atleta Jô chegaram a um acordo para o encerramento do contrato.

O jogador manifestou a vontade de rescindir o vínculo de forma antecipada. O Corinthians aceitou a decisão do atleta e informa que o contrato, com validade até dezembro de 2023, foi encerrado.

Ao Filho do Terrão, maior artilheiro da história da Neo Química Arena, bicampeão Brasileiro e campeão Paulista, o Corinthians agradece por todos os momentos e deseja o melhor na sequência da carreira de um dos grandes nomes da história do Clube.

Click to comment

Comente esta reportagem

O seu endereço de e-mail não será publicado.

As últimas

To Top