Cruzeiro

Cruzeiro consegue efeito suspensivo e Pezzolano está liberado para clássico decisivo

Foto: Divulgação/Cruzeiro

Após ser punido pelo Tribunal de Justiça Desportiva de Minas Gerais (TJD-MG), com quatro jogos de suspensão, nessa quarta-feira (31) o Departamento Jurídico do Cruzeiro conseguiu o efeito suspensivo de Paulo Pezzolano. Sendo assim, o uruguaio comandará o time celeste na final do Campeonato Mineiro, no próximo sábado (02), diante do Atlético-MG.

                 

Leia também: Opinião: Estadual de Pezzolano surpreende, e Cruzeiro tem motivos para acreditar em trabalho duradouro e de sucesso

Incurso no artigo 243-F, do Código Brasileiro de Justiça Desportiva (CBJD), o comandante celeste foi punido por ofender o juiz da partida entre Atlético-MG x Cruzeiro, na fase classificatória. Na súmula do jogo, Igor Júnio Benevenuto relata os xingamentos:

— “Árbitro ladrão, vocês são todos ladrões, olha o que vocês fizeram, quero falar com o árbitro, esse ladrão!”, teria dito Paulo Pezzolano, que foi punido além de desportivamente, financeiramente, com multa de R$ 500,00.

Agora, a decisão evita que Martín Varini, auxiliar técnico da Raposa, comande a equipe mais uma vez. Dentro de campo, por ser jogo único, naturalmente, o vencedor levará a taça – um empate leva a decisão para as penalidades.

Clique para comentar

Comente esta reportagem

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

As últimas

Para o Topo