e-Sports

CS:GO: Bravos derrota 9z e avança para a final da INVie 2021

Em partida disputada na noite desta quarta-feira, 28, a Bravos venceu de virada a equipe sul-americana da 9z e garantiu a vaga na grande final da INVie 2021. O torneio disputado online por equipes da América do Sul possui premiação total de R$ 75 mil e conta com a presença de outras equipes brasileiras como Bears e Vivo Keyd. A final acontece nesta quinta-feira, 29, e o segundo finalista será definido no confronto entre 9z e o vencedor de Paquetá Gaming e Havan Liberty.

No confronto pela final da upper, a Bravos se saiu melhor diante da 9z e venceu por 2×1 de virada, com direito a overtime. Os mapas disputados foram Nuke (escolha da Bravos), Dust2 (escolha da 9z) e Inferno como mapa de desempate. Em uma dia inspirado de JOTA e WOOD7, os brasileiros resistiram a pressão exercida pelo adversário e conseguiram a sobrevida com a conquista do empate no segundo mapa e, consequentemente, a vitória no overtime. 

No primeiro mapa da série, os espartanos começaram bastante apagados do lado terrorista e após perderem sete rounds seguidos, foram para a segunda metade na desvantagem de 10×5. A Bravos esboçou uma reação ao conseguir levar o placar para 15×14, mas ficou no quase e acabou abrindo a série com derrota. Embalada pela vantagem, a 9z começou muito bem o mapa seguinte, e novamente fechou o primeiro em 10×5 do lado contra-terrorista. Apesar do show à parte do argentino try, que realizou 38 abates e rating de 1.52, os brasileiros conseguiram reagir desta vez e empataram a partida. No overtime, a Bravos se mostrou um time mais completo e venceu por 19×17.

Com a Inferno definindo o caminho para a grande final, as equipes apresentaram um começo de jogo mais equilibrado. Desta vez começando do lado CT, a Bravos conseguiu, pela primeira vez na série, vencer o primeiro tempo de um mapa. Depois dos três primeiros rounds à favor da equipe brasileira, o restante do half foi lá e cá, sendo fechado em 8×7. Liderados por WOOD7, os agora finalistas mostraram um ótimo poder ofensivo na Inferno, e não tomaram conhecimento do adversário. Após o susto nos primeiros mapas, a Bravos fechou em 16×9 o terceiro e último mapa. 

Click to comment

Comente esta reportagem

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

As últimas

To Top