e-Sports

CS:GO: MIBR fora de ranking da HLTV; Astralis convidada para DH Open Fall

HLTV/Reprodução
— Continua depois da publicidade —

O último final de semana do competitivo de Counter Strike:Global Offensive (CS:GO) foi bem agitado. A equipe da MIBR anunciou a saída de três membros do seu squad titular: TACO, Fer e dead. Diante da notícia, Gabriel “FalleN” Toledo anunciou que tem intenção de sair da organização e por ora irá preencher o banco de reservas do time. Enquanto isso, DreamHack anuncia mais um torneio pela Europa, dessa vez Road to Major, e a multi campeã Astralis está entre os times convidados. Para compor a equipe, os dinamarqueses selecionaram Patrick “es3tag” Hansen.

Ebulição na MIBR e reformulação

Famosa por grandes títulos durante a fase no 1.6, a Made in Brasil (MIBR) teve a marca resgatada para reviver glórias no CS:GO. Entretanto, o alto investimento não foi recompensado durante as exibições da line up comandada por FalleN. A equipe acumulou muitas expectativas por ser a equipe a ser batida, mas não conseguiu muitos títulos sob a alcunha de MIBR, ficando inclusive mais de dois anos sem levantar um troféu e vendo a Astralis dominar o cenário.

Se a crise diante da jogabilidade apresentada na região norte americana já estava grave, ela ficou ainda mais problemática após o bootcamp na Europa. A equipe voltou de férias diretamente para uma nova região, disputando novos torneios e treinando com novas equipes, mas os resultados não vieram. A line up amargou péssimos resultados diante da Wisla Krakow, Gambit Youngsters e Copenhagen Flames.

MIBR obteve série de derrotas e crise interna resultou em reformulações – MIBR/Reprodução

Toda a situação e pressão por parte da torcida fez com que medidas fossem tomadas pela organização, culminando nas mudanças de jogadores e dispensa dos bicampeões mundiais TACO, Fer e dead. Diante das mudanças, FalleN também pediu dispensa da organização. Além disso, a mudança fez com que a equipe saísse do ranking HLTV de 30 melhores equipes de CS:GO pela primeira vez na história.

Perda de pontos no RMR e nova esperança na
DH Open Fall por parte da Astralis

Enquanto a MIBR está em crise, a tetracampeã mundial Astralis tenta retornar ao ritmo vitorioso de antes da pandemia. A equipe passou por reformulações com as saídas de Andreas “Xyp9x” Højsleth e Lukas “gla1ve” Rossander, que declararam estarem sofrendo de exaustão diante da situação envolvendo a pandemia e alta carga de treinos. Gla1ve retornou da ausência, mas Xyp9x ainda está em período sabático, sem previsão de retorno à equipe titular.

Xyp9x foi peça fundamental nos quatro títulos mundiais da Astralis, mas se afastou da equipe – DreamHack/Divulgação

Pensando neste retorno ao ritmo do mundo antes da COVID19, a equipe aceitou o convite da DreamHack Open Fall, torneio que dá pontos para o Road to Major Ranking, mas com mudanças na line up. A equipe não participou do cs_summit 6 (último torneio do Road to Major) e se encontra na sétima posição. Apesar disso, os dinamarqueses estão se classificando para o Major como Challenger, e não Legend, como de costume. Por conta do não retorno do Xyp9x, a Astralis escalou es3tag como titular e por esta razão perdeu 480 pontos no RMR. A equipe busca ir bem na DH Open Fall e subir posições no ranking, o que facilitaria o caminho para o quinto título mundial da organização no próximo Major de CS:GO.

Clique para comentar

Deixe uma resposta

As últimas

Ao topo