Atlético-MG

Cuca exalta sequência invicta e eficiência defensiva, e descarta Hulkdependência: ‘Quando ele não jogar, vamos ter outro’

Foto: Reprodução / TV Galo

O Atlético venceu o Bahia mais uma vez, agora pela Copa do Brasil, no jogo de ida das oitavas de final da competição. A vitória fez com que o Galo terminasse o mês de julho invicto e com um trabalho defensivo quase perfeito, sofrendo apenas três gols. Cuca exaltou essa situação:

Foram nove jogos, ganhamos sete e empatamos dois. Jogos duríssimos, com Flamengo, Corinthians, Boca, Bahia duas vezes. Jogar com o mesmo adversário duas vezes em quatro dias é complicado.

Temos uma vantagem de 2 a 0, o que é importante, mas não é uma que você pode sentar em cima dela pois tem muito jogo – afirmou o treinador

O sistema defensivo do Galo é, sem dúvidas, o setor que mais evoluiu nos últimos meses. Mesmo com rotação grande de jogadores, já que, tirando Everson, todos os defensores entraram e saíram do time, seja por lesão, por convocação para seleção ou por opção. Cuca não deixou de elogiar:

— Nesses nove jogos tomamos três gols. Pessoal tá de parabéns e tem rodado. Deu pra rodar e muito o plantel. Até por isso a gente tem um índice de lesão baixo.

Quem também segue evoluindo cada vez mais é o atacante Hulk, que marcou mais uma vez e chegou a 16 gols na temporada, além de ter sido fundamental para o primeiro gol. O treinador do Galo falou sobre ter uma “Hulkdependência: “Não se trata de dependência de Hulk. Quando ele não jogar, vamos ter outros. Agora, tomara que ele continue nessa batida, jogando sempre e nos ajudando como ele tem feito”.

Líder de gols e assistências, Hulk vem sendo muito decisivo, mesmo quando o Atlético não joga bem – Foto: Pedro Souza / Atlético

Ainda sobre Hulk, o treinador falou sobre os problemas que os dois tiveram no início, quando o atacante expôs publicamente que estava incomodado com o pouco tempo de jogo que tinha, mas que isso é normal para um início de trabalho. Cuca minimizou tudo e ressaltou que hoje “da pra dizer que somos amigos”.

O Galo segue brigando pela liderança do Brasileiro, encaminhou a classificação na Copa do Brasil e está nas quartas da Libertadores. Questionado se dá para vencer tudo, ele disse descontraído: “Não sei se é possível, mas tentar é, e é o que a gente vai fazer”. Além disso, mandou um recado para quem critica a forma com o time joga: “Acho que o Atlético tem time pra fazer o que está fazendo e tá ótimo, tá muito bom. Podemos melhorar, mas o que tá sendo feito tá maravilhoso“.

Click to comment

Comente esta reportagem

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

As últimas

To Top