Atlético-MG

Dodô destaca departamento médico do Atlético-MG e revela expectativa para jogo contra Boca

Foto: Pedro Souza/Atlético

O lateral-esquerdo Dodô concedeu entrevista coletiva na Cidade do Galo, nas vésperas do confronto mais importante do Atlético-MG na temporada. O jogador de 29 anos, que teve rápida recuperação após uma lesão na coxa direita, agradeceu ao departamento médico do clube, que trabalhou para que ele estivesse a disposição no jogo diante do Boca Juniors, nesta terça-feira (20).

— Foram semanas de muito empenho, tratamento de horas e horas, já agradeci publicamente, mas deixo aqui novamente o agradecimento ao departamento médico do Atlético, que trabalhou junto comigo nessa semana. O prazo era um pouquinho mais longo do que foi, então a gente conseguiu um resultado bom na recuperação e me senti bem. Esse jogo contra o Corinthians foi o primeiro, de 90 minutos, depois da volta já tinha jogado alguns minutos lá na Argentina, mas estou me sentindo bem e espero amanhã estar à disposição para ajudar.

Sobre o confronto contra o Corinthians, em que Dodô atuou por 90 minutos, o lateral-esquerdo destacou a vitória atleticana, de virada, na Neo Quimica Arena. Com isso, o jogador acredita que o resultado foi importante para mostrar a força do grupo e dar confiança para  a partida diante do Boca Juniors.

— Tem um peso muito grande, ainda mais da maneira que foi. A gente teve um primeiro tempo muito difícil, um jogo muito fechado e com poucas oportunidades dos dois times, a gente teve uma mudança do professor, uma mudança tática, mas também de mentalidade para o segundo tempo. Conseguimos virar um jogo muito difícil contra um time muito forte, que era até então a melhor defesa do campeonato, então acho que é o resultado que nos dá muito prestígio e também muita confiança. Demonstra que o grupo é capaz de resultados importantes.

BOCA JUNIORS

As oitavas de final da Libertadores diante do Boca Juniors, é encarada como o grande desafio da temporada do Atlético até aqui. Sobre a expectativa do jogo, Dodô destaca que é muito boa e fala que consegue controlar a ansiedade de antes da partida.

— A gente sabe da responsabilidade de um jogo importante. Já tenho alguns anos de experiência e sei controlar essa ansiedade já nesse momento da minha carreira, mas óbvio que a gente tem uma expectativa grande, jogo importante, que vale muito para nós jogadores e para o clube, que é um objetivo nosso esse ano, então a gente tá feliz de estar vivendo esse momento e expectativa boa que a gente vive no dia de hoje.

O primeiro confronto, na Argentina, deu empate: 0 a 0. Para Dodô, o resultado é muito bom, levando em consideração o adversário do Atlético e a história dos Xeneizes na Libertadores.

— Na minha opinião, a gente não fez um jogo ruim na Argentina. Acho que a expectativa sobre a nossa equipe é grande pela qualidade que a gente tem, mas o empate na Bombonera acho que nunca é um resultado ruim. Não só nessa Libertadores, como qualquer uma, o retrospecto dos brasileiros lá a gente sabe que não é dos melhores. Então acho que um empate lá não foi ruim, a gente fez um jogo bom e espera vencer aqui em casa. Acho que a gente precisa da vitória e isso que a gente vai buscar amanhã.

Atlético-MG e Boca Juniors se enfrentam no Mineirão, nesta terça-feira (20), às 19h15. Todas as informações, você poderá acompanhar no Esporte News Mundo.

Para saber tudo sobre o Atlético-MG, siga o Esporte News Mundo no Twitter, Instagram e Facebook.

Click to comment

Comente esta reportagem

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

As últimas

To Top