Flamengo

“Em terra de imediatista, quem tem paciência é rei”, diz Tite sobre evolução do Flamengo

Vasco x Flamengo (Foto: Buda Mendes/Getty Images)
oto: Buda Mendes/Getty Images

O técnico Tite deu entrevista coletiva após o empate em 0x0 com o Vasco, pelo Campeonato Carioca, no primeiro clálssico do ano. O treinador focou bastante em falar sobre o processo de evolução do time e reforçou calma no processo:”Em terra de imediatista, quem tem paciência é rei.

                 

O técnico acredita que o plano de jogo ocorreu como o planejado, mas faltou qualidade para finalizar as jogadas. No primeiro tempo, Tite reconhceu que Pedro não conseguiu ajudar com tabelas e infultrações:

“No trascurso do jogo todo, fizemos a iniciação média com boa qualidade. No primeiro tempo faltou um pouco mais de objetividade e finalização. Não com bolas de jogada aérea, mas jogadas de combinação com o Pedro ou de infiltrações.”

“Segundo tempo (a equipe), continuou botando volume, teve as oportunidades, teve as infultrações, teve as finalizações. E o adversário também ‘tirava’ essas infiltrações, bloquando elas no primeiro tempo. É um processo de evolução da equipe neste terço final do campo, na jogada de infultração, no cruzamento e melhor escolha da finalização.”

A grande novidade na escalação para o clássico foi a entrada de Varela na lateral-esqueda como titular. O auxiliar César Sampaio, que também estava presente na entrevista coletiva, explicou a escolha pelo uruguaio:

“Com relação ao Varela, a marcação do Vegetti explora muito esse setor. Algo que nós tentamos neutralizar a fonte, que no caso é o Piton (lateral-esquerdo do Vasco), que sabemos que é uma das forças do Vasco. No primeiro tempo mais dificuldades e no segundo com correções e a gente conseguiu controlar melhor”

Sobre a expectativa de evolução da equipe, Tite pregou paciência e usou uma frase de efeito para traduzir a pressão do futebol brasileiro.

“Que o time reprouduza o padrão de contrução e criação com uma melhor finalização. Em terra de imediatista, quem tem paciência é rei, e eu vou ter dificuldade para conduzir essa situação. O futebol é assim.”

O técncio ainda comentou a utilização da nova contratação, De La Cruz, que foi escalado pelo lado direito, jogando junto com Arrascaeta e Gerson:

“De La Cruz no triângulo do meio campo é um dos articuladores laterais. No River ele eventualmente jogou com segundo volante, externo, como jogador aberto mas não de flutuação, mas de criação. Então ele tem essa versatilidade, fez um belo jogo hoje.”

Clique para comentar

Comente esta reportagem

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

As últimas

Para o Topo