Vasco

Emiliano Díaz elogia o elenco do Vasco e afirma: “Quando não se pode ganhar, temos que empatar”

Emiliano Diaz vai acompanhar de perto os jogos (Foto: Leandro Amorim/Vasco)

Emiliano Díaz elogia o clube e destaca empate: “Quando não der para ganhar, temos que empatar”.

O Vasco empatou com o Flamengo por 0 a 0 pela sexta rodada do Campeonato Carioca, no Maracanã. Mesmo com o elenco estrelado do Flamengo, o Vasco atacou e teve algumas chances claras, como o chute de Vegetti e Payet, defendidos pela defesa rubro-negra. Além disso, no setor defensivo, fez o possível para evitar o gol, e além disso, teve um pênalti de Gabriel Barbosa, defendido por Léo Jardim. Sendo assim, as equipes não conseguiram sair no placar, e com o resultado, o Vasco se manteve na sétima posição, com nove pontos, um abaixo do primeiro do G-4 do Carioca, Boavista.

                 

+ Léo Jardim pega pênalti e garante empate do Vasco: ‘Fico feliz em poder ajudar a equipe’

+ Atuações ENM: Léo Jardim salva a noite do Vasco em jogo equilibrado contra o Flamengo; Veja Notas

Após o confronto contra o Flamengo, o auxiliar Emiliano Díaz comentou sobre o confronto e avaliou a atuação do Vasco na partida:

O time começou sofrendo nos primeiros dez minutos, até que o time encontrou a situação do jogo. As chances mais claras acho que foram nossas, e sim, como falei, o Vasco em clássicos joga diferente. É guerra. Nem sempre se pode jogar bem, e enfrentamos a melhor equipe da sul-america, com um treinador de elite. Não era fácil, estamos em processo e não era fácil jogar este tipo de jogo, em plena preparação. Entretanto fiquei muito feliz com o grupo pois deram a cara como sempre

Emiliano Díaz também foi perguntado sobre a estreia do atacante Adson, e a postura do elenco após sua entrada. Veja o que o auxiliar falou:

Adson sabe a qualidade que tem, no que pode ajudar a gente, então ficamos muito felizes pois teremos que levando ele aos poucos, já que faz muito tempo que não compete, mas estamos muito contentes com ele. É um jogador de elite que vai ajudar muito a gente

O filho do técnico Ramón Díaz também comentou sobre o atacante Pablo Vegetti, que perdeu uma chance clara de gol, que foi salva pelo zagueiro do Flamengo, Léo Pereira, e também sobre o estado físico do atacante:

Existe muita coisa que vocês da imprensa não falaram, pois eu e Ramón não comunicamos e escolhemos não comunicar, mas estamos tendo muitas limitações pois Pablo (Vegetti) está com uma fissura na costela, e ninguém sabia. Ele está fazendo um esforço acima do normal, pelo líder que é e pelo comprometimento que tem com o Vasco. Ele está sofrendo muito. Então acho que Pablo, não dá para avaliar pois está jogando com 30% do que pode jogar. Dessa forma, temos um garoto de 17 anos e precisamos de mais (jogadores) e Pablo está fazendo um esforço sobre-humano. Eu o agradeci hoje quando terminou o jogo, mas vamos nos preparar. Não tem muito o que fazer, a gente queria ganhar, por ser clássico também, mas as vezes quando não se pode ganhar, temos que empatar

Ao ser questionado sobre a evolução do Vasco no setor ofensivo, Emiliano deu sua opinião sobre o elenco:

A gente sabe que precisamos reforçar ai, neste setor do meio de campo para frente, pois temos Paulinho e se Deus quiser, que Jair não tenha nada, mas ainda assim acreditamos muito no time que temos, porque fez algo absurdo ano passado. Porém ainda estamos curtos. A evolução do grupo acontece pois temos um elenco muito bom, mas precisamos de mais

Léo Jardim também foi tópico da coletiva, e Emiliano elogiou o goleiro do Vasco, inclusive sua defesa do pênalti do Gabriel, destacando sua importância no clube:

Léo é um dos nossos líderes, e na minha opinião, o melhor goleiro do Brasil, e para nós, fundamental. É um goleiro de time grande, que as vezes pode não ter muita participação, mas quando você precisar dele, ele vai corresponder

O gramado do Maracanã também chamou a atenção de Emiliano, que afirmou não acreditar na situação que se encontrava, negativamente. Veja a fala completa do auxiliar do Vasco da Gama:

Nós não acreditamos pois quando estávamos fora, somos muito fãs do futebol brasileiro e sempre víamos estes clássicos. Jogar neste tipo de clássico entre Flamengo e Vasco em um gramado assim, em um dos templos mundiais do futebol, tinha que ser um tapete pois é o Maracanã. É inacreditável que o campo esteja assim porque arruína os dois times, Flamengo sendo um dos melhores da América, com muita qualidade, e nós com nossas armas, mas agora temos que jogar contra o rival e contra o gramado, é muito difícil

+ Para saber tudo sobre o Vasco, siga o Esporte News Mundo no TwitterFacebook e Instagram.

Emiliano concluiu a coletiva pós jogo afirmando que o Vasco da Gama ainda precisa de reforços, e que na próxima partida, seu pai, o técnico Ramón Díaz irá participar da coletiva em seu lugar.

Clique para comentar

Comente esta reportagem

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

As últimas

Para o Topo