Lutas

Ilia Topuria projeta possível luta contra Conor McGregor: “Seria um prazer”

Ilia Topuria venceu Josh Emmett em Jacksonville (Foto: Divulgação/Twitter Oficial UFC)

Ilia Topuria vem escalando os degraus dentro do UFC, chegando ao momento ao qual todo lutador sonha: disputar o cinturão no próximo dia 17,

Divulgação/Twitter Oficial UFC

Ilia Topuria vem escalando os degraus dentro do UFC, chegando ao momento ao qual todo lutador sonha: disputar o cinturão. No próximo dia 17, o georgiano radicado na Espanha subirá ao octógono no UFC 298 para disputar com Alexander Volkanovski o cinturão dos penas do Ultimate.

                 

Mas antes mesmo de ter pela frente o australiano, o desafiante ao título dos 66kg já tem planos bem mais ousados para sua carreira. Estes envolvem ter pela frente no futuro aquele que é o grande astro do UFC, Conor McGregor.

Em entrevista ao programa ‘The MMAHour’, Topuria declarou que quer ter o ‘Notorious’ pela frente em caso de vitória sobre Volkanovski. Até mesmo sonhando com que a organização chegue ao país que adotou como casa para poder realizar tal duelo.

– Uma luta contra o Conor McGregor é o que me interessa. Sei que ele vai enfrentar o Michael Chandler, e será uma grande luta. Se ele não tiver levado uma surra, seria um prazer dividir o octógono com ele. Talvez se tiver um UFC na Espanha… somos dois caras da Europa. E ele pode até dizer para a esposa dele que eu fiz dele rico de novo – disse Topuria.

Se o Ultimate for para a Espanha, Ilia Topuria já tem até um lugar bastante especial para se ver lutando contra McGregor ou qualquer outro adversário: o Santiago Bernabeu, casa do Real Madrid

– Claro que (um UFC na Espanha) vai acontecer em 2024. Não sei quando. Talvez no final do ano, espero que seja em Madri e no Bernabeu. É um estádio pronto para receber eventos, pode se fechar o teto ou o gramado. Pode ser uma das maiores bilheterias da história do UFC. Eles me disseram isso, mas estão considerando todas as opções. Mas terá um UFC na Espanha, com certeza. – afirmou o georgiano.

Clique para comentar

Comente esta reportagem

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

As últimas

Para o Topo