Internacional

Inter convive com muitas expulsões nesta temporada; relembre todas elas

Ricardo Duarte/Internacional
— Continua depois da publicidade —

O Internacional, em 2020, está apresentando altos números de cartões vermelhos para seus atletas. No empate desta terça-feira (29), contra o América de Cali, Leandro Fernández foi para o vestiário mais cedo, por causa de uma cotovelada com a bola já paralisada. Com isso, o colorado já alcançou a marca de 12 expulsões no ano. Inclusive, metade dessas punições são pela Copa Libertadores da América.

Gre-Nal é Gre-Nal

Sem vencer o Grêmio, há 10 jogos, o Internacional também convive com o alto número de expulsões no clássico. Diante de seu maior rival, já foram 6 cartões vermelhos apresentados para jogadores colorados. Pelo Campeonato Gaúcho, Musto foi punido, ainda na etapa inicial, por soma de amarelos, na semifinal do primeiro turno. Já Patrick foi para o vestiário mais cedo por agressão, em Orejuela, já na grande final da segunda fase.

O grande número de expulsões, entretanto, ocorreu graças a um clássico pela Libertadores. No Gre-Nal na Arena, ainda em março, nada menos que 4 atletas colorados foram expulsos. Após uma briga generalizada no gramado, Edenilson, Moisés, Praxedes e Cuesta receberam o cartão vermelho. Os dois primeiros, aliás, foram julgados e punidos com mais de uma partida de suspensão.

Expulsões na Libertadores

Elevado pelo Gre-Nal da Libertadores, o número de expulsões na competição continental representa metade das punições, deste tipo, para o Internacional. Além dos quatro já citados sobre esse jogo, D’Alessandro recebeu o vermelho contra o Tolima, por pisar no adversário que estava caído, e Leandro Fernández por uma cotovelada, com a bola já parada, diante do América de Cali.

Brasileirão e Gauchão

Excluindo as expulsões em Gre-Nais ou na Libertadores, foram 4 jogadores expulsos em todo resto de temporada. No estadual, diante do Caxias, em fevereiro, Zé Gabriel, que é o jogador que mais vezes recebeu essa punição no ano, foi para o vestiário já nos acréscimos, após receber o segundo amarelo ao parar contra-ataque. Depois da volta do futebol, pós-paralisação, Saravia derrubou o adversário, que partia livre na cara de Lomba, e recebeu o vermelho contra o Esportivo, mesmo com o Inter goleando por 4 a 0.

Pelo Brasileirão, as expulsões foram por dois motivos diferentes. Na primeira, diante do Atlético-GO, William Pottker se irritou com o adversário e o desferiu um soco, vermelho direto. E, já na última rodada que ocorreu pelo torneio, contra o São Paulo, Zé Gabriel foi afobado em um carrinho por trás, no meio de campo, e também se viu obrigado, pelo juiz, a deixar o gramado do Beira-Rio.

Aproveitamento com as expulsões

Foram 12 expulsões do Internacional no ano de 2020. E estes vermelhos foram divididos em 9 jogos colorados na temporada. Das partidas em que teve um jogador expulso, o Inter venceu 3, perdeu 2 e empatou 4. Aproveitamento de 48,1%. Mesmo assim, Coudet não quis tratar do assunto em sua coletiva pós-jogo. “São coisas internas, não vamos comentar expulsões publicamente”, disse o treinador.

Confira a lista com todas as expulsões:

  • Inter 0 x 1 Grêmio – Musto
  • Inter 1 x 0 Tolima – D’Alessandro
  • Caxias 1 x 1 Inter – Zé Gabriel
  • Grêmio 0 x 0 Inter – Moisés, Edenilson, Cuesta e Praxedes
  • Inter 4 x 0 Esportivo – Saravia
  • Grêmio 2 x 0 Inter – Patrick
  • Inter 3 x 0 Atlético-GO – William Pottker
  • Inter 1 x 1 São Paulo – Zé Gabriel
  • América de Cali 0 x 0 Inter – Leandro Fernández

Para saber tudo do Internacional, siga o Esporte News Mundo no TwitterInstagram e Facebook.

Clique para comentar

Deixe uma resposta

As últimas

To Top