Esportes olímpicos

Jessica Fox fica com o ouro na canoagem slalom feminina; Ana Sátila termina em último

Canoagem Slalom Fox
Divulgação/Federação Internacional de Canoagem

Não foi desta vez que o Brasil conquistou uma medalha na canoagem slalom feminina. Com a brasileira Ana Sátila fazendo história ao chegar na final, a medalha de ouro ficou com a australiana Jessica Fox, que fez uma prova impecável e enfim pode comemorar a conquista olímpica. Fox terminou a prova com 105,04 segundos, seguida pela britânica Mallory Franklin que ficou com 108,68 e da alemã Andrea Herzog, 111,13.

Favorita ao título, Jessica Fox é considerada uma lenda do esporte e vinha ganhando ainda mais impacto pelas classificatórias. Quando foi para as águas nesta decisão, a australiana não deu chances para as rivais. Mesmo com o bronze “decepcionante”, em sua opinião, no Kayak há dois dias, o ouro coroou a carreira da atleta.

— Fiquei muito orgulhosa das garotas na final. Eu estava sentada, aquecendo, e pude ver que Mallory tinha colocado um bom momento, que Andrea tinha dado um bom tempo e eu só pensei, nossa, que loucura estar aqui na primeira final olímpica do C1 feminino, e por ser um show tão bom. Eu estava emocionado por fazer parte disso e sabia que tinha que fazer a melhor corrida que pudesse, sem erros, apenas juntar as peças e me segurar. Fiquei muito emocionado na linha de chegada por ter feito isso — disse Jessica Fox.

Com um resultado histórico por si só, Ana Sátila não teve a mesma felicidade das classificatórias. Na grande decisão, a brasileira acabou passando por algumas áreas, o que fez com que perdesse muito tempo. Além disso, os toques nos bastões dos pontos acabaram acrescentando dois segundos por vez, o que fez com que o tempo da brasileira ficasse muito aquém das rivais. Ao final da sua descida, Sátila marcou 164,71, cerca de 35,3 a mais do que a nona colocada.

Click to comment

Comente esta reportagem

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

As últimas

To Top