São Paulo

Justiça nega irregularidade em eleição para o Conselho Deliberativo do São Paulo

Justiça faz perícia em eleições do conselho do São Paulo
Foto: Reprodução

Uma perícia feita pela Justiça do Estado de São Paulo não apontou irregularidades na eleição que definiu novos conselheiros do Tricolor Paulista, realizada no ano passado. Denunciantes alegavam fraude ou falha na apuração dos votos.

Sócios ligados à chapa ‘Resgate Tricolor’, encabeçada pelo ex-candidato à presidência do clube, Roberto Natel, entraram com um processo contra o São Paulo, pedindo a perícia nos documentos da Assembleia Geral, realizada em 28 de novembro do ano passado, na qual 100 novos conselheiros foram eleitos.

Na oportunidade, a chapa do atual presidente Julio Casares elegeu 74 nomes para o conselho, enquanto a chapa de Natel ficou com 26 cadeiras. O número alto de nomes para Casares foi determinante para o desfecho das eleições do clube.

À época, os denunciantes alegaram que os votos contabilizados não estavam de acordo com aqueles atribuídos a cada candidato e suspeitaram de fraude ou falha na apuração da eleição. A Justiça, por sua vez, acatou o pedido dos denunciantes e determinou a preservação dos documentos da Assembleia para efetuar a perícia técnica.

Exatamente dez meses depois, a perícia não apontou irregularidades e a juíza responsável Monica Lima Pereira, da 3ª Vara Cível do Foro do Butantã, irá dar o seu parecer oficial sobre o caso, segundo informou o GE.

De acordo com a perícia, nas 20 urnas envolvidas na eleição foram contabilizadas 2.495 cédulas com 38.730 votos válidos, além de 2.495 assinaturas no livro de presenças, confirmando os percentuais de cada chapa envolvida.

+ Para saber tudo sobre o São Paulo siga o Esporte News Mundo no TwitterFacebook e Instagram

SISTEMA ELEITORAL DO SÃO PAULO

No São Paulo, as eleições para presidente acontecem em duas etapas. Na primeira, os sócios elegem 100 novos conselheiros para o Conselho Deliberativo. Na segunda, os conselheiros eleitos se juntam a outros 160 vitalícios, que a partir daí irão decidir, em nova votação, quem será o presidente.

No ano passado, Julio Casares recebeu 155 dos 251 votos possíveis e foi eleito para a presidência do Tricolor Paulista pelos próximos três anos.

Click to comment

Comente esta reportagem

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

As últimas

To Top