Cruzeiro

Funcionários das sedes sociais do Cruzeiro anunciam greve a partir de sábado: ‘É revoltante nós sem salário e o presidente fazendo churrasco dentro do clube’

Bandeira Cruzeiro Foto: Rodolfo Rodrigues/Cruzeiro
Foto: Rodolfo Rodrigues/Cruzeiro

Não é novidade que atletas e funcionários do administrativo do Cruzeiro estão com salários atrasados. Não à toa, recentemente, o elenco profissional e Sub-20 da Raposa paralisaram as atividades na Toca da Raposa I e II por cerca de três dias. Agora, ao que tudo indica, será a vez dos profissionais responsáveis pelas sedes sociais do clube entrarem em greve. 

A informação foi inicialmente divulgada pela Rádio Itatiaia e confirmada pelo Esporte News Mundo. Os funcionários estão há seis meses sem receber salários e darão início aos protestos no próximo sábado (23), um dia depois do confronto entre Avaí e Cruzeiro, na Ressacada, pela Série B do Campeonato Brasileiro.  

Veja também: Cruzeiro não terá Luxemburgo à beira do campo pela segunda vez nesta Série B

A princípio, a paralisação das atividades deverá durar também por três dias e ocorrer até a próxima terça-feira (26). 

Isso porque os profissionais das redes sociais celestes declaram que a situação chegou a um nível “intolerável e injustificável”. Além disso, há certo descontentamento quanto a posição tomada pela diretoria para resolver as atuais pendências salariais do clube, já que a reunião entre os dirigentes e empresários mirou o pagamento dos atrasados somente dos atletas. 

– Devido a essa situação de negligência, que afeta não só a nós, mas também aos familiares, não aceitamos esta situação –, diz comunicado dos funcionários das sedes sociais do Cruzeiro. 

‘DESCASO’

Um verdadeiro “descaso”, segundo funcionários do clube, já que, em contato com o ENM, fontes internas declararam que, enquanto muitos profissionais da sedes sociais não têm o que comer, “nem mesmo um ovo na marmita”, o presidente da Raposa, Sérgio Santos Rodrigues, e conselheiros do clube fazem churrasco nas dependências da sede social do clube.

– É muito revoltante nós funcionários sem salário e o presidente Sérgio Santos fazendo churrasco a noite toda dentro do clube. Ele, conselheiros e diretores comendo churrasco enquanto muitos dos funcionários não têm nem um ovo para levar na marmita. E não nos ajudam. Ajuda só recebemos de terceiro, do Cruzeiro mesmo, nenhuma.

De acordo com o Cruzeiro, os salários serão pagos gradativamente à medida em que o clube viabilizar as quantias junto aos parceiros. 

Para saber tudo sobre o Cruzeiro, siga o Esporte News Mundo no Twitter, Instagram e Facebook

Click to comment

Comente esta reportagem

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

As últimas

To Top