Lutas

Nate Diaz detona Chimaev por polêmica no UFC 279: “Entediante e covarde’

Divulgação/Instagram Nate Diaz

A última luta do atual contrato de Nate Diaz com o UFC terminou no sábado (10) com a vitória deste sobre Tony Ferguson na luta principal do UFC 279. Um final feliz para uma semana em que o evento quase chegou a ser ameaçado.

                 

Diaz não iria enfrentar Ferguson originalmente, com Khamzat Chimaev sendo o rival original do americano, mas o russo acabou não batendo o peso e, depois de longas negociações, houve a troca de rivais. O polêmico californiano não perdeu a oportunidade de detonar o ex-quase adversário na coletiva pós-luta.

– Ele é medroso, chato e entediante. Idiota, covarde e um otário. Ele (Chimaev) é tudo isso – disparou Diaz.

LEIA TAMBÉM

+ UFC 279: Nate Diaz finaliza Tony Ferguson em possível despedida da organização

Na coletiva, o lutador explicou detalhes de como descobriu que o checheno não teria chances de bater o peso para a luta que faria. O americano disse que estava no processo final de corte de peso quando foi informado sobre a situação envolvendo o ‘Borz’ e não perdeu a chance de, mais uma vez, provocar o russo.

– Estava na sauna terminando de cortar o peso e eu pensei: ‘Que m*** é essa?’ E eu disse ‘que seja. me deixe terminar aqui e vamos falar sobre isso. Pensei em só ir para a pesagem e falar sobre isso depois que eu comer e me reidratar. Mas eu sabia que esse f.d.p. estava com medo. Ele se assustou e ficou com medo na coletiva. Sabia que isso iria acontecer – disse Nate Diaz, citando as brigas as quais Chimaev se envolveu com ele e Kevin Holland.

O UFC demorou para definir a situação da luta principal, com Diaz se recusando a enfrentar o russo. Quando foi sugerida a troca de rival, que acabou sendo Ferguson, as conversas só terminaram bem para o Ultimate quando convenceram o americano a aceitar mudança, mediante compensação financeira adequada.

– Disse que eles tinham que me pagar. Se eles querem que eu troque de oponente com apenas um dia, acabei de bater o peso e querem mudar o meu rival, disse a eles que tinham que me pagar mais do que todos os campeões dessa organização. Eles acharam que eu era idiota, disseram que eu já tinha ganho o que iria ganhar e queria mais do que isso. Perdi a conta de quanto me deram – relatou.

Agora que seu contrato no UFC está encerrado, Diaz agora pretende buscar manter sua carreira em outros eventos. Mas garantiu que o fim de sua relação com a entidade é apenas um ‘até logo’ ao invés de um ‘adeus’ definitivo.

– Não tenho intenção alguma de não voltar ao UFC – declarou o lutador.

Clique para comentar

Comente esta reportagem

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

As últimas

Para o Topo