Futebol Feminino

Opinião: Mesmo com vice, Palmeiras se consolida como nova potência do futebol feminino

Palmeiras feminino
Meninas ficaram com o vice, mas ainda disputam o Paulistão e se classificaram para a Libertadores Foto: Fabio Menotti/Palmeiras

O Palmeiras acabou perdendo o título do Brasileirão feminino para o Corinthians, neste domingo (26), por 3 a 1, ficando com o vice-campeonato do torneio. Mesmo assim, ainda há muitos motivos para comemorar, pois, com menos de três anos de projeto, a equipe já está consolidada na primeira prateleira do futebol feminino nacional.

Ano após ano, os avanços não param. Em 2019, no início do trabalhos, a equipe já conquistou o acesso para a Série A nacional, chegando até as semifinais da Divisão de acesso, perdendo para o São Paulo, que viria a ser o campeão. A partir daí, a torcida passou a olhar com bons olhos para a categoria.

Em 2020, as Palestrinas não só disputaram o torneio nacional, como também o Paulista Feminino, e fizeram história ao chegar à semifinal dos dois campeonatos pela primeira vez e se colocar como uma das quatro melhores equipes do país. Na mesma temporada, o sucesso do Palmeiras feminino fez a fornecedora de material esportivo do clube, a PUMA, fechar acordo com o time para patrocinar 23 atletas.

Com o advento da pandemia, o Allianz Parque passou a ser mais utilizado pela equipe, tanto que hoje já virou “a casa” também das mulheres alviverdes. Único empecilho que houve é a impossibilidade da presença de público na arena para apoiar as palestrinas. A pandemia de Covid-19 acabou assolando o país nestes últimos dois anos. Porém, já está confirmado o retorno da torcida aos estádios no estado de São Paulo para o dia 4 de outubro.

+Leila Pereira será a única candidata à presidência do Palmeiras

Será uma oportunidade importante para as jogadoras poderem ser empurradas pela imensa torcida que vem se encantando com as mulheres do Verdão. Em 2021, mais uma classificação para o mata-mata do Brasileirão, e desta vez o Allianz Parque virou uma verdadeira fortaleza. Na ida das quartas-de-final, derrota por 2 a 1 para o Grêmio em Gravataí (RS). Na volta, show: 4 a 1 no Allianz Parque e classificação garantida.

Nas semis, o adversário viria ser o grande rival gremista, o Internacional. E, mesmo jogando no Estádio Beira-Rio, em Porto Alegre, o time comandado pelo técnico Ricardo Belli não se intimidou, e ganhou por 1 a 0. Assim, para a volta, bastava um empate atuando em casa. Mas, veio outro 4 a 1 para selar com chave de ouro a participação inédita na final.

Para saber tudo sobre o Palmeiras, siga o Esporte News Mundo no TwitterFacebook e Instagram.

É óbvio que todos sentiram as derrotas sofridas nos dois jogos da decisão para o arquirrival, mas o caminho trilhado pelas palestrinas, junto da diretoria, é muito próspero. O time está entre os quatro primeiros colocados da primeira fase do Paulistão 2021 e já classificado para disputar, de maneira inédita em sua história, a próxima edição da Libertadores feminina. Portanto, há, sim, muitos motivos para comemorar, ainda mais com a possibilidade de mais reforços chegarem para a temporada 2022, que marcará definitivamente o retorno da torcida ao Allianz.

Click to comment

Comente esta reportagem

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

As últimas

To Top