Santos

Opinião: Por resultado, Bustos deve mudar esquema tático do Santos

Foto: Divulgação/ Santos FC

O técnico Fabián Bustos tem a semana de preparação de olho no confronto contra a Ferroviária, neste sábado (05), às 18:30 (horário de Brasília), na cidade de Araraquara. Partida válida pela décima rodada do Campeonato Paulista.

                 

O duelo é importante para o Peixe em termos de classificação. Atualmente, a equipe ocupa a terceira colocação do grupo D com 10 pontos. Fora da zona que avança para a próxima fase.

O comandante argentino, segue conhecendo o elenco e estudando o próximo adversário. Porém, não deixou claro qual formação vai utilizar durante as partidas. Na entrevista de apresentação, nesta última quarta-feira (02), o professor despistou qual esquema vai implementar.

Podemos jogar no 4-3-3, 4-2-3-1, 4-4-2. Depende dos jogadores e de como vamos montar. Se vamos ter mudanças, veremos amanhã (quinta-feira dia 03) com treino mais tático. Os jogadores ganham chance no dia a dia. O time que vai começar no sábado, possivelmente, não será o mesmo daqui a seis meses. Tomara que encontremos o time ideal o mais rápido possível ” – falou.

Para saber mais sobre o Santos, siga o Esporte News Mundo pelo Twitter, Facebook e Instagram.

Na atual temporada, o time iniciou o Paulista, ainda no comando de Fábio Carille, jogando no 3-5-2. Devido ao baixo rendimento, o ex-técnico alterou para o 4-3-3. Com Ricardo Goulart atuando centralizado, com Ângelo, Lucas Braga e Marcos Leonardo no campo ofensivo.

Mas, durante os jogos, a irregularidade e muitos momentos do jogo à falta de recomposição do time, prejudicou com o desempenho nas partidas.

Para encontrar o equilíbrio, o novo treinador deve mudar novamente o esquema, com o objetivo de buscar o bom rendimento. A tendência é utilizar o 4-2-3-1 na estreia. Com dois volantes cumprindo o papel de proteção de defesa. Três atletas de frente, atuando com uma linha mais à frente e um centroavante como referência.

O objetivo é fechar o meio-campo para não deixar a defesa exposta como foi visto nos últimos jogos. Além disso, com dois jogadores de velocidade pelos lados, quando estiver com a posse de bola, existe a possibilidade de avançar com uma linha de quatro jogadores em bloco alto para definir rapidamente as jogadas.

Opção para buscar o resultado e continuar na briga para às quartas de final e afastar o perigo do rebaixamento. A agremiação, na classificação geral está somente a três pontos da zona da degola.

Clique para comentar

Comente esta reportagem

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

As últimas

Para o Topo