Botafogo

Para liberar dinheiro de penhora, Botafogo oferece shopping de quase R$ 100 milhões como garantia

Nilton Santos, estádio do Botafogo (Foto: David Nascimento/Esporte News Mundo)

Desde dezembro de 2019 acontece na Justiça Federal uma disputa entre o Botafogo e a União. Na época, a juíza federal Fernanda Duarte Lopes Lucas da Silva, da Terceira Vara Federal de Execução Fiscal da Justiça Federal do Rio de Janeiro (JFRJ) determinou que R$ 17.912.082,29 do Alvinegro fosse penhorado para pagar dívidas fiscais com o Governo. O Esporte News Mundo teve acesso a detalhes do caso. Nesta semana, o clube ofereceu como garantia uma propriedade – shopping center – no valor de R$ 98.295.994,00. O desejo do Bota é liberar o dinheiro penhorado de forma imediata.

A determinação de penhora de quase R$ 18 milhões do Botafogo, em vigor há cinco meses, é sobre valores de premiação ou qualquer natureza que o clube tinha a receber da Confederação Brasileira de Futebol (CBF) e do Grupo Globo, detentora dos direitos de transmissão dos jogos da equipe. O clube presidido por Nelson Muffarej chegou a recorrer ao Tribunal Regional Federal da Segunda Região (TRF-2) no início deste mês, mas o pedido de efeito suspensivo foi indeferido pelo desembargador federal Luiz Antônio Soares.

Magistrada do caso no primeiro grau, a juíza federal Fernanda Duarte Lopes Lucas da Silva, na última sexta-feira, abriu vista para a União, por meio da Fazenda Nacional, se manifeste sobre o pedido do Botafogo para a “substituição da garantia depositada pela garantia real ofertada”. Somente após esta resposta, que deve acontecer até o início de maio, que será decidido se a garantia oferecida será acatada e, então, o dinheiro “preso” liberado aos cofres de General Severiano.

Foto: David Nascimento/Esporte News Mundo

Vários comentários

2 Comments

  1. Da Lua

    18 de abril de 2020, às 19h23 at 19:23

    Qual o nome do Shopping Center?

  2. Pingback: União recusa troca e penhora milionária do Botafogo segue válida - Esporte News Mundo

Deixe uma resposta

As últimas

Ao topo