Futebol americano

Rams derrotam Buccaneers em final épico e avançam a decisão da NFC

Foto: Kam Nedd/LA Rams/site oficial

Com direito a um final pra lá de dramático, o Los Angeles Rams venceu o atual campeão Tampa Bay Buccaneers por 30 a 27 e chegou a decisão da conferência NFC, para enfrentar o San Francisco 49ers no próximo domingo (30). Os Rams chegaram a abrir 24 pontos de vantagem no marcador e viram a vantagem desaparecer, faltando menos de um minuto para o fim do jogo. Mas, com duas jogadas espetaculares do quarterback Matthew Stafford para Cooper Kupp na última campanha, chegaram a posição de campo ideal para bater um field goal de 30 jardas e vencer a partida faltando quatro segundos para o final. Aos Buccaneers de Tom Brady restaram lamentar a chance de não poder defender o título de campeão no próximo Super Bowl LVI, no dia 13 de fevereiro, em Los Angeles.

O jogo

Durante o primeiro tempo de jogo, os Rams dominaram por completo as ações da partida e pareciam que estavam encaminhando a vitória. Logo na primeira campanha, Los Angeles abriu 3-0 com um FG de 26 jardas de Matt Gay. A vantagem foi ampliada logo depois, com o primeiro touchdown da partida, de Stafford para Kendall Blanton, num passe de sete jardas. Os Bucs só conseguiram anotar seus primeiros pontos com um FG de 45 jardas de Ryan Succop, no finalzinho do primeiro período. E logo no início do segundo período viram a vantagem dos visitantes saltar para 17 a 3, com o passe completado de 70 jardas de Stafford para o recebedor Cooper Kupp.

A situação começava a se complicar para os campeões da NFL. E ficou mais tensa quando Succop errou o chute de 48 jardas faltando nove minutos para o intervalo. Os Rams aproveitaram para ampliar um pouco mais a vantagem com outro FG, desta vez de 40 jardas. Los Angeles ainda teve uma chance de ouro para aumentar o tamanho do buraco para os Bucs, mas o fumble de Cam Akers na linha de uma jarda impediu o TD e o placar ficou em 20 a 3 no intervalo.

Rams sobrevivem a pressão e vencem com drama

Na segunda etapa a pressão estava claramente em cima dos Buccaneers. E a equipe liderada por Tom Brady precisava dar uma resposta ao torcedor. Porém o primeiro TD do terceiro período foi dos Rams. Stafford marcou um TD corrido de uma jarda, faltando pouco mais de sete minutos para o fim do quarto. A vantagem saltava para 27 a 3, deixando Brady e companhia com a missão de buscar um empate com três posses de desvantagem. Após outro field goal convertido por Succop, reduzindo a diferença para 27 a 6, os Bucs recuperaram a bola com um fumble forçado pela defesa. Com a bola nas mãos já no campo de ataque, o ataque dos Bucs coletou 30 jardas na campanha e Leonard Fournette correu para uma jarda, reduzindo a vantagem para 27 a 13.

O touchdown incendiou o jogo para o último quarto. Os dois times passaram a cometer erros que deixavam indefinido quem venceria o jogo. Primeiramente foi Tampa Bay que cometeu fumble no seu primeiro drive do quarto período, recuperado pela defesa dos Rams. Mas na jogada seguinte o ataque de Los Angeles retribuiu a gentileza com um snap mal feito, resultando em novo fumble, agora recuperado pelos Bucs. Na sequência, o ataque de Tampa tentou a conversão da quarta descida perto da endzone, mas o ataque liderado por Tom Brady falhou. E coroando a sequência de erros, na campanha seguinte o Los Angeles Rams errou um chute de 47 jardas.

Quer ficar por dentro de tudo dos esportes americanos? Siga o Podcast Timeout no Spotify!

O jogo então pegou fogo nos minutos finais, se configurando no final de partida mais emocionante dos playoffs da NFL nesta temporada. Faltando 3:27 para o fim do jogo, Brady acertou um passe espetacular de 55 jardas na mão de Mike Evans, reduzindo a desvantagem para apenas um TD: 27 a 20.

Os Rams teriam a bola e bastaria apenas gastar o relógio com corridas para confirmar a vitória. E o que ninguém apostava acabou acontecendo: Numa tentativa de corrida pelo meio, o corredor Cam Akers cometeu outro fumble na partida e devolvia a bola a Tampa Bay, com pouco mais de dois minutos para o final. E Tom Brady e seus companheiros não perdoariam e empatariam o jogo para explodir o torcedor no Raymond James. Leonard Fournette marcou seu segundo TD no jogo faltando 46 segundos para o final, empatando a partida em 27 a 27. Brady conseguia reduzir uma desvantagem de 24 pontos, em uma das melhores atuações de sua carreira com a camisa dos Bucs.

Quando o jogo já desenhava uma prorrogação emocionante para definir o finalista da NFC, o improvável voltou a acontecer na Flórida. Os Rams tinham a bola e precisavam de um field goal para vencer o jogo. E foi aí que a magia da dupla sensação da temporada de LA: Stafford-Kupp. Com dois passes sensacionais do QB para o camisa 10, os Rams atravessaram o campo rapidamente até a linha de 30 jardas no campo de ataque. O kicker Matt Gay então acertou o chute decisivo, faltando apenas quatro segundos no relógio, para definir o placar em 30 a 27 para Los Angeles, mandando os Rams para a decisão de conferência no próximo domingo contra os 49ers jogando em casa, no SoFi Stadium e valendo o passaporte para o Super Bowl.

Click to comment

Comente esta reportagem

O seu endereço de e-mail não será publicado.

As últimas

To Top