Lutas

Regra bizarra faz Zuluzinho ser nocauteado em evento de MMA em Belarus

Reprodução/Twitter

A quase totalidade dos eventos de MMA do mundo usam as chamadas ‘regras unificadas’ do esporte para coordenar o que pode e não pode acontecer durante as lutas. Às vezes, uma ou outra modificação acontece, mas a feita pelo AMC Fight Nights acabou gerando um nocaute num veterano do esporte.

                 

Zuluzinho, velho conhecido dos fãs brasileiros do ‘MMA raiz’, protagonizou tal cena num evento disputado em Belarus no último final de semana. O lutador maranhense enfrentou na luta principal da organização Petr Romankevich e tinha a chance de conseguir a vitória num momento em que estava montado no adversário e buscando encaixar uma chave de braço, no relato do Combate,

LEIA TAMBÉM

+ “Sou o cara mais perigoso do peso-médio”, diz Whittaker após vencer Vettori

Tudo ia bem para o brasileiro até o árbitro decidir para a luta e a reiniciar com os dois lutadores em pé. Logo depois, Romankevich protagonizou um nocaute avassalador sobre o veterano, com um chute certeiro na cabeça e uma sequência de golpes.

Enquanto este tipo de regra não é incomum no MMA, geralmente é aplicada em momentos em que não há ação no solo de ambos os lutadores. A aplicação de tal regra num momento destes é justificada numa alteração feita pela AMC Fight Nights em seu regulamento, sendo aplicada já desde 2022.

Segundo a tal regra, caso a luta vá para o solo, é permitido que a ação se desenrole no chão por até um minuto. Se a marca chegar e os dois competidores ainda estiverem no chão, a luta terá ser reiniciada com ambos de pé, ainda que possa estar-se tentando uma finalização no momento da interrupção do combate.

Filho do lendário Rei Zulu, um dos grandes nomes da chamada ‘era do vale-tudo’ no Brasil (antes de se tornar MMA), Zuluzinho chegou a sua segunda derrota seguida e 11ª na carreira. Tendo encarado rivais como Fedor Emelianenko e Rodrigo Minotauro no extinto Pride, o brasileiro já tem luta marcada para o próximo dia 24, no evento MMA Attack, na Polônia, contra o senegalês Serigne Ousmane Dia.

Clique para comentar

Comente esta reportagem

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

As últimas

Para o Topo