Internacional

Hat-trick coloca Dourado em seleta lista na década do Internacional

Divulgação/Internacional

Na última terça-feira (24) o Internacional recebeu o 9 de Octubre, do Equador, no Beira-Rio, pela última rodada da fase de grupos da Copa Sul-Americana e venceu por 5 a 1.  Além da classificação para as oitavas da competição, a noite ficou ainda mais especial para o volante Rodrigo Dourado.

Vaiado antes do jogo, o volante foi o personagem da partida ao anotar um hat-trick. Marcou três vezes, garantiu a vitória e a classificação para a próxima etapa do torneio continental. Além disso, se destacou na marcação e, na substituição, foi aplaudido por toda a torcida do Internacional presente no estádio.

Com os três gols marcados no mesmo jogo, Rodrigo Dourado igualou Taison, Mauricio, Edenilson e Alemão, entre os artilheiros do Internacional na temporada. O volante não havia marcado na atual temporada e, em um único duelo, acabou igualando os números dos principais destaques do elenco.  Com os três gols marcados, Dourado ainda repete o feito que não acontecia desde a goleada de 5 a 3 sobre a Chapecoense quando Yuri Alberto marcou três vezes.

Para saber tudo sobre o Internacional, siga o Esporte News Mundo no TwitterFacebook e Instagram.

O hat-trick de Rodrigo Dourado ainda o coloca em uma lista seleta na década. O volante foi apenas o quarto jogador do Internacional, nos últimos dez anos, a marcar três gols em um único jogo. Ao todo, isso só aconteceu em seis ocasiões: Três vezes com Yuri Alberto – que assistia ao jogo de um camarote – uma com Thiago Galhardo e a mais antiga com Leandro Damião, ainda em 2012.

Além do hat-trick, a vitória conquistada sobre o 9 de Octubre trouxe outra marca importante na temporada do Internacional. Pela primeira vez no ano o Colorado balançou as redes do adversário e mais de duas oportunidades.

Hat-tricks nos últimos 10 anos:

  • Dourado – 9 de Octubre (2022)
  • Yuri Alberto – Chapecoense (2021)
  • Yuri Alberto – Flamengo (2021)
  • Thiago Galhardo – Aimoré (2021)
  • Yuri Alberto – São Paulo (2020)
  • Damião – The Strongest (2012)
Click to comment

Comente esta reportagem

O seu endereço de e-mail não será publicado.

As últimas

To Top