Atlético-MG

Rodrigo Caetano fecha passagem pelo Atlético-MG com ‘cereja do bolo’

Rodrigo Caetano em coletiva pelo Atlético-MG (Foto: Divulgação/Atlético-MG)

Rodrigo Caetano aceita o convite da CBF para assumir o cargo de diretor de seleções e deixa grande legado em sua passagem pelo Atlético-MG

Foto: Divulgação/Atlético-MG

O Atlético-MG anunciou, na última segunda-feira, a contratação do atacante Bernard, revelado pelo clube. Esta foi a última contratação do diretor Rodrigo Caetano no comando do Galo, pois ele já aceitou o convite de assumir o cargo de diretor de seleções na CBF. Diante disso, o ENM relembra a passagem do diretor pela equipe mineira.

                 

+ Leia as notícias do Atlético-MG

Rodrigo Caetano é um dos diretores de futebol que age sem alarde. De maneira impressionante, é dos que não utiliza o famoso “Whatsapp” para se comunicar com as pessoas. É diferenciado e é muito cobiçado no mercado.

Enquanto diretor, o Atlético-MG contratou 26 jogadores e vários deles seguem no Galo em destaque. Hulk, Edenilson, Patrick, Paulinho, Saravia, Igor Gomes e agora a repatriação de Bernard, que se torna uma grande cereja do bolo de Caetano diante da passagem tão vitoriosa pelo clube.

Contratações do Galo na era Caetano

  • 2021: Hulk, Dodô, Nacho, Tchê-Tchê, Diego Costa
  • 2022: Admir, Fábio Gomes, Diego Godin, Otávio, Junior Alonso, Jemerson, Kardec, Pedrinho, Pavón
  • 2023: Paulinho, Bruno Fuchs, Edenilson, Paulo Henrique, Igor Gomes, Patrick, Maurício Lemos, Saravia, Battaglia, Allan Franco
  • 2024: Gustavo Scarpa e Bernard

Desde 2021 no Atlético-MG, Rodrigo Caetano viu a equipe conquistar seis títulos: Campeonato Brasileiro, Copa do Brasil, Supercopa do Brasil e três edições do Campeonato Mineiro. Ele tinha contrato com o Galo até o fim de 2026. Recentemente, o dirigente foi alvo de outros clubes, como o Corinthians.

Caetano trabalhou com quatro treinadores no Galo: Cuca (por duas vezes), Antonio Mohamed, Eduardo Coudet e Felipão. Na passagem à frente do clube, destaque para as constantes reclamações sobre arbitragem. Ao longo dos anos acumulou julgamentos e punições por ofensas e reclamações.

Rodrigo Caetano chegará à CBF para substituir Juninho Paulista. Em janeiro de 2023, o ex-jogador foi demitido da entidade, pouco depois da Copa do Mundo de 2022, no Catar. Ele esteve no cargo de agosto de 2019 a janeiro de 2023.

Clique para comentar

Comente esta reportagem

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

As últimas

Para o Topo