Futebol Internacional

Sánchez marca no último minuto da prorrogação e Inter conquista Supercopa da Itália

FOTO: DIVULGAÇÃO / INTER DE MILÃO

A decisão da Supercopa da Itália foi disputada nesta quarta-feira (12), no estádio Giuseppe Meazza, em Milão. Atual campeã do Campeonato Italiano, a Inter de Milão enfrentou a Juventus, que venceu a última edição da Copa da Itália. Tendo como base o desempenho recente das duas equipes e pelo fato do jogo ser em Milão, a Inter figurava como favorita a ficar com o título. O favoritismo valeu para a equipe, que venceu por 2 a 1, com Sánchez marcando no último lance

No começo do jogo a Inter de Milão partiu pra cima da Juventus e passou a criar algumas oportunidades. O atacante Lautaro Martínez teve duas chances, mas em ambas mandou pra fora. Pouco depois, em cobrança de escanteio de Çalhanoglu, o zagueiro De Vrij foi mais alto do que a zaga da Juventus e mandou de cabeça pra fora.

Siga o Esporte News Mundo no TwitterInstagram e Facebook

A Juventus encontrava muitas dificuldades para chegar no comando de ataque, enquanto a Inter pressionava até mesmo a saída de bola da Juve. Até que aos 25, em sua primeira boa jogada, a equipe de Massimiliano Allegri saiu em vantagem. Kulusevski fez boa jogada pela direita e cruzou, mas a bola passou todo mundo e caiu com Morata pela esquerda. O atacante cruzou, a bola ainda deu um leve desvio em De Vrij e veio na medida para McKennie cabecear no canto e abrir o placar: Juventus 1 a 0.

Mesmo com a Inter atrás do placar, o panorama inicial do jogo não se alterou e a Inter seguiu criando mais jogadas ofensivas. O empate, no entanto, veio apenas aos 35. Em jogada pela esquerda, Dzeko entrou na área após passe de calcanhar de Perisic e foi derrubado por De Sciglio; pênalti. Na cobrança, Lautaro Martínez deslocou Perin e garantiu o empate: 1 a 1.

A Inter ainda teve mais uma chance no primeiro tempo, quando fez boa jogada pela esquerda. Chiellini cortou de maneira parcial e Rabiot cabeceou para trás, quase marcando contra. Mas o placar não se alterou até o intervalo.

Inter segue dominando, mas não marca na segunda etapa

Na volta para o segundo tempo, as equipes retornaram sem alterações, mas a Inter de Milão seguiu tendo a iniciativa do jogo e criando oportunidades para virar o placar. No entanto, com apenas dois minutos da segunda etapa, em jogada de Rabiot pela esquerda, Bernardeschi apareceu finalizando, mas mandou pra fora. Pouco depois, o meia da Juve avançou em velocidade pelo meio e chutou por cima.

A virada quase veio aos 13 minutos, quando Çalhanoglu cruzou na medida para Dumfries, o jogador chegou cabeceando, mas Perin espalmou e a bola ainda pegou na trave. Dez minutos depois, em outra bola aérea, Lautaro Martínez cabeceou no canto direito e Perin caiu pra defender com segurança. O goleiro da Juve apareceu novamente em finalização de Perisic, que aproveitou cruzamento de Dumfries em finalização de pé direito.

Inzaghi resolveu então mexer na equipe, tirando Dzeko e Lautaro Martínez para as entradas de Alexis Sanchez e Joaquín Correa. Na Juventus, Dybala entrou no lugar de Kulusevski. Após as mudanças, a primeira chance foi da Juve, em finalização de Alex Sandro de fora da área, mas sem a direção do gol. A Inter até voltou a pressionar, mas não conseguiu alterar o placar e o jogo foi para a prorrogação.

Prorrogação

No primeiro tempo do tempo extra, a Inter de Milão criou uma boa oportunidade com Alexis Sánchez, que finalizou em boas condições, já com os defensores da Juventus caídos, mas mandou pra fora. A Juve respondeu com Dybala, que avançou pelo meio, mas jogou por cima. Embora tenha feito um pirmeiro tempo de certo domínio, a Inter não conseguiu alterar o placar.

No segundo tempo da prorrogação, novamente a Inter seguiu pra cima da Juventus, que tentava achar espaço em jogadas de velocidade. A grande chance da Inter foi com Alexis Sánchez, que quase aproveitou recuo errado de Chiellini para Perin, mas o goleiro da Juventus saiu para fazer a defesa antes da chegada do atacante. Até que no último lance do jogo, o chileno Alexis Sánchez fez o gol da vitória e do título da Inter de Milão. A jogada se iniciou em cruzamento de Di Marco cruzou da esquerda.

Com o título, a Inter de Milão quebrou um jejum que já durava desde 2010 sem conquistar a Supercopa da Itália. A Juventus volta a campo no próximo sábado (15), às 16h45 (de Brasília), quando recebe a Udinese, pela 22ª rodada do Campeonato Italiano. Já a Inter de Milão, no domingo (16), visita a Atalanta, também pela competição nacional.

Click to comment

Comente esta reportagem

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

As últimas

To Top