Corinthians

Se depender de Cássio, Corinthians não levará gol na decisão do Paulistão

Foto: Daniel Augusto Jr/Agência Corinthians
— Continua depois da publicidade —

No próximo sábado, Palmeiras e Corinthians decidem o título do Campeonato Paulista, às 16h30, no Allianz Parque. O primeiro jogo entre as duas equipes terminou 0 a 0, na Arena do Timão, em Itaquera.

O Timão ainda não tomou gol nesta do volta do futebol após a paralisação por conta da Covid-19. São cinco jogos sem ser vazado: Palmeiras (duas vezes), Oeste, Red Bull Bragantino e Mirassol.

Um dos principais resposáveis por evitar esses gols, é o goleiro Cássio. Segundo dados do SofaScore, o arqueiro fez 16 defesas somando todas essas cinco partidas.

MURALHA CONTRA O PALMEIRAS

Mais da metade das bolas defendidas por Cássio foram nesses dois jogos contra o Palmeiras. No primeiro confronto entre as duas equipes, ainda na fase de grupos, que marcou a volta do Paulistão, o goleiro evitou o gol alviverde em oito oportunidades. Na ocasião, o Timão venceu por 1 a 0, em Itaquera. O zagueiro Gil foi o autor do gol.

Já na partida de ida da final do estadual, o arqueiro fez somente uma defesa, na falta cobrada pelo volante Bruno Henrique.

SUFUCO CONTRA O OESTE

Na última rodada da fase de grupos do Paulistão, o Corinthians precisava vencer o Oeste, na Arena Barueri, para se classificar ao mata-mata da competição. Aliado à derrota do Guarani para o São Paulo, o Timão avançou às quartas.

O Timão venceu por 2 a 0. Mas, antes do zagueiro Danilo Avelar abrir o placar, o time de Barueri mandava na partida e exigiu três defesas do arqueiro do Timão. Já no segundo tempo, Éderson fez mais um e selou a classificação.

SEGURO DIANTE DO RED BULL BRAGANTINO

O terceiro jogo do Corinthians no retorno do Campeonato Paulista, foi pelas quartas de final, contra o Red Bull Bragantino, no Morumbi. Nesse confronto, Cássio foi pouco exigido e fez somente uma defesa. Por coincidência, foi uma partida que mostrou a evolução do Timão na competição, depois de dois jogos pragmáticos.

MILAGRE CONTRA O MIRASSOL

Já na semifinal do estadual, o meia Juninho, do Mirassol, quase estragou os planos do alvinegro de chegar na quarta final consecutiva do Campeonato Paulista. O jogador cobrou uma falta quase perfeita, na gaveta. Quase, porque Cássio foi lá buscar .

Cássio faz excelente defesa na cobrança de falta de Juninho – Foto: Rodrigo Coca/Agência Corinthians

Outro fator que contribui para que o Corinthians possa buscar o tetracampeonato paulista é o retrospecto recente contra o Palmeiras nos últimos dez Derbys.

O Timão venceu cinco, empatou três e perdeu somente dois. Além disso, o alvinegro detém um maior número de triunfos sobre o rival no Allianz Parque, palco de decisão de sábado. São quatro vítórias, um empate e duas derrotas.

Nota da redação: não foram citadas todas as 16 defesas (detalhadamente) na matéria

Para saber tudo do Corinthians, siga o Esporte News Mundo no TwitterInstagram e Facebook.

Clique para comentar

Deixe uma resposta

As últimas

Ao topo