Lutas

Último UFC de 2021 teve nocaute nos pesados e brasileiras se destacando

Divulgação/Twitter Oficial UFC

Neste sábado (18), o UFC realizou seu último evento da temporada 2021. Com um duelo envolvendo pesos-pesados, no caso Derrick Lewis encarando a Chris Daukaus.

                 

E ‘The Black Beast’ se reabilitou da derrota para Cyril Gane na disputa do cinturão interino da categoria com estilo. Com um belo nocaute, Lewis fechou o ano do Ultimate com uma importante vitória, a quinta em seis lutas. E também alcançando um recorde histórico da organização.

A luta

Foi um começo bastante lento o de Lewis na luta principal do UFC deste sábado. Daukaus procurava subir mais ao ataque, mas levando bons golpes do ex-desafiante ao cinturão. Um duelo que parecia destinado a ser mais um em que a ação seria pouca.

No entanto, não demoraria muito para que a luta se resolvesse ainda no primeiro round. Daukaus decidiu ir para o ataque e ‘The Black Beast’ encaixou uma série de socos certeiros contra o rival na grade, basicamente usando o peso da mão direita para pegar em cheio o adversário. A sequência foi brutal e assim a luta foi encerrada.

LEIA TAMBÉM

+ Jon Jones faz acordo e acusação de violência doméstica é arquivada

A vitória de Derrick Lewis foi a 13ª por nocaute do lutador, que assim alcançou uma marca histórica. Se tornou o maior nocauteador da história do Ultimate, ultrapassando Vitor Belfort e Matt Brown, ambos com 12, com quem dividia a marca.

– Se quiserem que eu dispute o cinturão que o façam em luta de três rounds, porque não tenho gás para lutar cinco. Se quiserem alguém para disputar cinco rounds, nem me liguem. Sou o primeiro lutador limpo a ser o maior nocauteador do UFC. Agora preciso descansar, estarei de férias na Jamaica e não verei a disputa do cinturão (entre Gane e Francis Ngannou) – disse Lewis, fiel ao estilo irreverente.

Melissa Gatto e Amanda Lemos salvam noite brasileira

Foram quatro os brasileiros que subiram ao octógono do UFC para o último evento de 2021. Melissa Gatto e Amanda Lemos foram os destaques, sendo as que deram as vitórias ao país para fechar o ano.

Amanda Lemos fez uma luta bastante acirrada contra Angela Hill. Um duelo no qual as duas lutadoras deram tudo de si pela vitória e esta ficou nas mãos da brasileira, pela decisão dividida dos juízes. Foi a quinta vitória da lutadora na organização

Já Melissa Gatto conseguiu evitar que a luta fosse para os jurados. E com estilo. Encarando a Sijara Eubanks, a brasileira venceu a luta com um belo chute frontal no começo do terceiro round, pegando em cheio a americana.

Já dois veteranos, Raphael Assunção e Carlos Diego Ferreira, não conseguiram superar seus respectivos adversários. Assunção sofreu sua quarta derrota consecutiva ao ser nocauteado por Ricky Simón. Carlos Diego, por sua vez, caiu para Mateusz Gamrot e chegou ao terceiro tropeço seguido dentro do Ultimate

Resultados UFC Vegas 45 – Lewis x Daukaus

Card Principal

Derrick Lewis venceu Chris Daukaus por nocaute (3:36 do R1)

Belal Muhammad venceu Stephen Thompson por decisão unânime dos juízes

Amanda Lemos venceu Angela Hill por decisão dividida dos juízes

Ricky Simón venceu Raphael Assunção por nocaute técnico (2:14 do R2)

Mateusz Gamrot venceu Carlos Diego Ferreira por nocaute técnico (3:26 do R2)

Cub Swanson venceu Darren Elkins por nocaute técnico (2:12 do R1)

Card preliminar

Gerald Meerschaert venceu Dustin Stoltzfus por finalização (2:59 do R3)

Justin Tafa venceu Harry Hunsucker por nocaute técnico (1:53 do R1)

Melissa Gatto venceu Sijara Eubanks por nocaute técnico (0:45 do R3)

Charles Jourdain venceu Andre Ewell por decisão unânime dos juízes

Raquel Pennington venceu Macy Chiasson por finalização (3:07 do R2)

Don’tala Mayes venceu Josh Parisian por nocaute técnico (3:26 do R3)

Jordan Leavitt venceu Matt Sayles por finalização (2:05 do R2)

Clique para comentar

Comente esta reportagem

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

As últimas

Para o Topo