Lutas

UFC Vegas 79: Lesão em Fiziev marca luta principal do evento

Rafael Fiziev e Mateusz Gamrot (Foto: Divulgação/Instagram Oficial UFC)

Duelo entre Mateusz Gamrot e Rafael Fiziev foi interrompido de maneira prematura

Divulgação/Instagram Oficial UFC

O UFC volta para mais um fim de semana de lutas em Las Vegas. A luta principal da noite trouxe dois peso-leves que são considerados promessas da divisão, Rafael Fiziev e Mateusz Gamrot.

                 

A luta, que prometia bastante, acabou terminando de modo anticlimático quando o lutador do Azerbaijão se lesionou durante o segundo round e a luta teve que ser interrompida, dando a vitória ao polonês.

A luta

Fiziev começou a luta na defensiva e levou boa combinação, respondendo na mesma moeda pouco depois. Gamrot queria apostar nas quedas e aproveitou uma ‘paulada’ do rival para tentar o single leg, sem sucesso. O azeri procurava ser mais ofensivo e era quem pegava melhor com socos, enquanto o polonês ia para cima nas quedas, mas enfrentando a forte defesa do rival.

A insistência deu resultado no começo do segundo round, quando Gamrot levou a luta para baixo, mas Fiziev trabalhou bem na grade para tentar contar a iniciativa do rival no chão e conseguiu escapar.

Mas, logo depois, o momento que mudou a luta. Já com ambos em pé, Fiziev sentiu lesão na perna depois de tentar dar um chute no cotovelo de Gamrot. O azeri caiu no chão, sentindo o joelho esquerdo, que as imagens da transmissão mostraram que poderia ter se machucado com a queda, já que foi a outra perna a chutar o polonês. De modo que ninguém gostaria, a luta foi encerrada e Gamrot foi declarado vencedor.

Marina Rodriguez é única do Brasil a vencer

Foram três os representantes do Brasil no UFC Vegas 79, e apenas uma conseguiu sorrir ao final do combate. E um sorriso bastante importante, já que manteve o sonho de Marina Rodriguez lutar pelo título dos palhas.

A brasileira encarou Michelle Waterson-Gomez, a quem já havia vencido anteriormente, e não tomou qualquer conhecimento da ‘Karate Hottie’. Numa performance dominante, Marina apostou nos cotovelos e joelhadas de todas as maneiras possíveis, pressionando a americana e não dando trégua com seus golpes.

A série de socos, joelhadas e cotoveladas fez Waterson-Gomez sangrar e a americana conseguiu aguentar até o soar do gongo no primeiro round. No segundo assalto, Waterson-Gomez tentou a iniciativa, mas voltou a sofrer com a pressão da brasileira, que manteve a postura agressiva na trocação e aproveitou uma tentativa de queda da adversária para cair por cima e golpear o quanto pode até o árbitro decretar o fim do duelo e mais uma vitória de Marina no UFC.

+  Siga o Esporte News Mundo no TwitterFacebook e Instagram

A mesma sorte não teve Ricardo Ramos. O ‘Carcacinha’ encarou o canadense Charles Jourdain e conseguiu ter algum controle no começo da luta, conseguindo levar a luta para baixo e tentando controlar o combate ali, onde se sente mais à vontade. Mas ambos ficaram de pé e um novo takedown do brasileiro acabou dando a chance de Jourdain aproveitar o pescoço exposto do lutador, pegar na guilhotina e vencer.

Em sua segunda luta no Ultimate, Tamires Vidal encarou Monserrat Rendon na luta de abertura do card deste sábado. A ‘Tratora’ teve um primeiro round em que levou certa vantagem nos golpes, apesar de nada mais contundente ter aparecido nesta parte da luta. No segundo round, Tamires foi para os chutes e até deu uma ‘chamada’ na mexicana, que respondeu encaixando boa queda. Outro takedown de Rendon no terceiro round e os golpes desta minaram a tentativa de defesa da brasileira, que acabou sofrendo a derrota.

Resultados UFC Vegas 79 – Fiziev x Gamrot

Card principal

Mateusz Gamrot venceu Rafael Fiziev por nocaute técnico devido à lesão (2:03 do R2)

Bryce Mitchell venceu Dan Ige por decisão unânime dos juízes

Marina Rodriguez venceu Michelle Waterson-Gomez por nocaute técnico (2:42 do R2)

Bryan Battle venceu AJ Fletcher por finalização (4:32 do R2)

Charles Jourdain venceu Ricardo Carcacinha por finalização (3:12 do R1)

Card preliminar

Miles Johns venceu Dan Argueta por decisão unânime dos juízes

Tim Means venceu André Fialho por nocaute técnico (1:15 do R3)

Cody Brundage venceu Jacob Malkoun por desqualificação por golpes ilegais (4:51 do R1)

Mohammed Usman venceu Jake Collier por decisão unânime dos juízes

Mizuki Inoue venceu Hannah Goldy por decisão unânime dos juízes

Monserrat Rendon venceu Tamires Vidal por decisão dividida dos juízes

Clique para comentar

Comente esta reportagem

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

As últimas

Para o Topo