Lutas

UFC Vegas 82: Brendan Allen finaliza e chega à sexta vitória seguida

UFC Vegas 82 foi neste sábado (Foto: Divulgação/Instagram Oficial UFC)

Evento ocorreu neste sábado, com sete brasileiros em ação

O UFC Vegas 82 foi realizado neste sábado (18) na capital mundial das lutas, em Las Vegas. Um duelo de pesos-médios foi atração principal do dia, entre Brendan Allen e Paul Craig.

                 

Allen não teve problemas para se impor diante do rival, dominando a luta desde o seu começo e conseguindo finalizar o escocês no terceiro round para chegar à sua sexta vitória consecutiva dentro do octógono

A luta

Foi Allen a iniciar a luta no ataque, com chutes e tentando botar uma boa direita e levar a luta para o clinche, no qual Craig tentou a queda. No entanto, o ‘All In’ conseguiu domar a inciativa rival e levou o adversário para baixo. E, no chão, os dois lutadores tentaram atacar finalizações na perna, ambas sem ter o sucesso esperado.

Logo no começo do segundo round, Allen entrou bem com a direita, respondida com gancho e tentativa de queda. O escocês faz boa defesa e levou a luta para baixo, mas novamente ali o americano teve alguma vantagem para tentar a posição para finalizar, enquanto aplicava por baixo fortes cotoveladas no rival.

Craig seguiu levando golpes no final do segundo assalto e, na terceira parte da luta, bastou um jab do ‘All In’ para o escocês ir para o chão. Desta vez, Brendan Allen não teve problemas para, primeiro, tentar guilhotina e depois o mata-leão para finalizar e vencer a sexta no UFC

Siga o Esporte News Mundo no Twitter, Facebook e Instagram

Nocautes e polêmicas nas lutas brasileiras

Neste UFC Vegas 82 , sete brasileiros entraram em cena no octógono, e uma luta entre compatriotas teve talvez o grande nocaute do evento. Amanda Ribas encarou Luana Pinheiro para tentar voltar a vencer no Ultimate e o fez com grande estilo. ‘Amandinha’ levou sufoco na parte inicial do duelo de lutadoras oriundas do judô, mas assim que encaixou seu jogo, passou a dominar e um belo chute rodado derrubou Luana, que viu a rival ir para cima e garantir a vitória.

Já o duelo entre Nikolas Motta e Trey Ogden teve um final de bastante polêmica. O combate ia tranquilo até meados do terceiro round, com o brasileiro não conseguindo lidar com a força do rival. Mas quando Ogden estava tentando finalizar no katagatame, o árbitro da luta decidiu interromper o duelo por achar que o brasileiro estava ‘apagado.’ Mas o mineiro se levantou e prontamente protestou da interrupção. Logo o ‘VAR’ apareceu e, quando as imagens mostraram que Nikolas não tinha sido apagado, a luta teve o resultado revertido para no contest.

Sem polêmicas, Joanderson Tubarão teve que suar para obter a vitória sobre Jonathan Pearce. O maranhense começou mal a luta, mas conseguiu reagir e, no terceiro round, aplicou um ‘ninja choke’ (uma versão do triângulo de mão) para cima do rival e encaixou a sua quarta vitória seguida dentro do Ultimate.

Já Rafael Macapá fez a sua estreia no UFC com o pé direito, vencendo a Charles Johnson na decisão dos juízes. Não tiveram a mesma forte Lucas Alexander e Caio Machado, que perderam respectivamente, para Jeka Saraigh e Mick Parkin

Resultados UFC Vegas 82 – Allen x Craig

Card principal

Brendan Allen venceu Paul Craig por finalização (0:38 do R3)

Michael Morales venceu Jake Matthews por decisão unânime dos juízes

Chase Hooper venceu Jordan Leavitt por finalização (2:58 do R1)

Payton Talbott venceu Nick Aguirre por finalização (0:58 do R3)

Amanda Ribas venceu Luana Pinheiro por nocaute técnico (3:54 do R3)

Myktybek Orolbai venceu Uros Medic por finalização (4:12 do R2)

Card preliminar

Joanderson Tubarão venceu Jonathan Pearce por finalização (3:54 do R2)

Jose Johnson venceu Chad Anhelinger por finalização (4:49 do R3)

Christian Leroy Duncan venceu Denis Tuiliulin por nocaute técnico (4:24 do R2)

Mick Parkin venceu Caio Machado por decisão unânime dos juízes

Jeka Saraigh venceu Lucas Alexander por nocaute (1:31 do R1)

Ailin Perez venceu Lucie Pudilová por decisão unânime dos juízes

Trey Ogden e Nikolas Motta terminaram em luta sem resultado (‘no contest’ por interrupção prematura no terceiro round)

Rafael Macapá venceu Charles Johnson por decisão unânime dos juízes

Clique para comentar

Comente esta reportagem

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

As últimas

Para o Topo