São Paulo

Vagner Mancini pode ser a última barreira de Diniz no São Paulo; entenda o caso

Foto: Reprodução/Twitter
— Continua depois da publicidade —

Em 2019, a contratação de Diniz balançou os bastidores do São Paulo. Com a chegada do treinador, o interino Vagner Mancini pediu demissão. No entanto, mais de um ano depois, Mancini é o comandante do Atlético-GO que pode tirar Fernando Diniz do comando do Tricolor Paulista.

São Paulo e Atlético-GO se encaram nesta quarta (7), no Morumbi, às 20h30. O confronto da décima quarta rodada ganhou ares de drama para o lado são-paulino, em razão da pressão em cima de Diniz. O atual treinador acumula sete jogos sem vitória – um mês sem vencer um jogo – e de quebra, a eliminação na primeira fase da Libertadores.

Depois do empate com o Coxa, Fernando Diniz balançou no cargo e em caso de resultado negativo diante do Atlético-GO, o treinador poderá ser demitido. Fato interessante é que, o comandante da equipe goiana é justamente Vagner Mancini – a última pessoa que comandou o São Paulo antes de Diniz.

DEMISSÃO DE MANCINI

Vagner Mancini começou o ano de 2019 no cargo de coordenador técnico do São Paulo. Após a eliminação na pré-Libertadores, André Jardine foi demitido e Mancini virou o interino, comandando o Tricolor em boa parte da campanha do vice-campeonato do Paulistão do ano passado.

Pouco tempo depois, Cuca foi contratado e Mancini voltou à sua posição original. No entanto, Cuca pediu demissão após cinco meses no cargo e, mais uma vez, Vagner seria o escolhido para ser o interino durante o BR-19.

Após a saída de Cuca, o diretor de futebol Raí confirmou que Mancini seria o treinador do São Paulo na partida seguinte, diante do Flamengo. Entretanto, para quem se lembra, Fernando Diniz foi quem comandou a equipe naquele jogo diante do Fla, isso porque Mancini havia pedido demissão.

“Mancini é quem vai comandar a equipe contra o Flamengo e vamos ter mais tempo para falar quem será o treinador e avisar a todos nos próximos dias”.

confirmou Raí logo após a saída de Cuca.

Em áudio vazado, Vagner Mancini explica a situação de sua saída do São Paulo.

Segundo o treinador, Fernando Diniz foi um pedido de Daniel Alves para a diretoria, com isso, a direção comunicou o interino sobre a possibilidade da contratação de Diniz. Como tinha acabado de ser efetivado, Mancini ficou irritado e pediu demissão.

“Sabe por que eu saí? Porque eu fui efetivado no cargo e aí quatro horas depois disso, o Daniel Alves foi lá (na diretoria) e pediu o Fernando Diniz. Eles (diretoria) me chamaram e falaram que estavam em dúvida. Eu falei que se eles estavam em dúvida, então, para irem atrás do Diniz, que eu estaria indo embora. Tchau!”.

Vagner Mancini em áudio vazado explicando a sua saída do São Paulo.

SÃO PAULO X MANCINI

Depois de mais de um ano do acontecido, São Paulo e Mancini voltam a se encontrar. Atualmente, Fernando Diniz atravessa o momento mais delicado em sua trajetória no Tricolor Paulista. Por isso, em caso de derrota para o Atlético-GO, será muito difícil a permanência do treinador no cargo.

O reencontro de Mancini com o São Paulo pode marcar a última barreira de Fernando Diniz comandando a equipe do Morumbi.

Para saber tudo sobre o SÃO PAULO, siga o Esporte News Mundo no TwitterInstagram Facebook!

Clique para comentar

Deixe uma resposta

As últimas

To Top