e-Sports

VCT LOCK//IN: Com show de Kingg, Leviatán vence a Vitality e enfrenta a NAVI

Leviatán
Divulgação/Valorant Esports

A região das Américas segue dominando o VCT LOCK//IN. Neste sábado, a Leviatán enfrentou a Team Vitality pelas quartas de final da chave Ômega e venceu por 2 a 0 (16/14 e 13/3). Com o apoio do Ginásio do Ibirapuera, em São Paulo, a equipe sul-americana teve que virar na prorrogação o último mapa, mas atropelou na escolha dos rivais para conquistar a vitória.

                 

Haven – Pick Leviatán

Leviatán e Vitality fizeram um mapa digno de final de Champions. Com Twisten sobrenatural, a equipe europeia começou atrás, virou, sofreu empate, mas rapidamente abriu o 5 a 2. Pelos sul-americanos, Shyy e Kingg tentavam resistir como podiam e brilhavam em clutchs para trazer a diferença para a menor possível e ir ao intervalo atrás por 7 a 5.

No segundo tempo, a Leviatán venceu os dois primeiros rounds, empatou o jogo, mas novamente os pós plants caóticos atrapalharem o desenvolvimento das rodadas. Isso fez com que o jogo chegasse a 11 a 7 e ficasse confortável para os europeus vencerem no mapa adversário. Os personagens do primeiro tempo seguiam sendo decisivos para cada lado com Molsi e Cender entrando bem para ficar com o map point, mas a dupla latina não desistiu e puxou os companheiros para vencerem três rounds sofridos e decididos no detalhe para empatar e forçar a prorrogação.

A Vitality venceu seu primeiro round no ataque, a Leviatán devolveu e teve a chance do map point com a vitória no CT. Os europeus empataram novamente segurando rapidamente a defesa, mas Kingg e Shyy de novo trouxeram mais dois rounds complicados para fecharem o mapa em 16 a 14.

Pearl – Pick Vitality

A dura derrota no primeiro mapa trouxe uma Vitality irreconhecível para a Pearl. Com muita moral, a Leviatán jogou fácil, controlou e atropelou qualquer tentativa rival para pontuar. No CT, o time sul-americano teve Tacolilla, Shyy e Nzr combinando para incríveis 45 abates e um estrondoso 10 a 2. Os poucos sucessos vieram com Cender conquistando kills importantes para os dois pontos na etapa.

A virada de lado seguiu da mesma maneira e sem muita complicação para a Leviatán. Com Shyy e Kingg arrasadores, os sul-americanos foram melhores, venceram trocas rápidas e souberam responder as poucas investidas no ataque rival para fechar em um 13 a 3 quase perfeito.

Destaques do jogo

Leviatán: Shyy (52 abates e 32 eliminações) e Kingg (39 abates e 27 eliminações);

Team Vitality: Cender (38 abates e 35 eliminações) e Twisten (39 abates e 37 eliminações);

Próximo jogo

A vitória mantém viva a Leviatán no VCT LOCK//IN para enfrentar a NAVI na segunda-feira, 27, às 14h (de Brasília) pela semifinal da Chave Ômega.

Clique para comentar

Comente esta reportagem

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

As últimas

Para o Topo