Campeonato Brasileiro - Série B

Vila Nova abre o placar, mas sofre virada e perde para Sampaio Corrêa

(Foto: Fernando Brito/Vila Nova F.C.)

O time Colorado abriu o placar no primeiro tempo, mas saiu derrotado do Estádio Castelão.

(Foto: Fernando Brito/Vila Nova F.C.)

            Sampaio Corrêa e Vila Nova se enfrentaram na noite desta terça-feira (19) no Estádio Castelão em partida que marcava a abertura da 29ª rodada do Brasileirão Série B. O time colorado abriu o placar no início do primeiro tempo, mas sofreu o empate ainda na primeira etapa e a virada no segundo tempo. Agora o Tigrão ocupa a sétima colocação com 46 pontos, enquanto a Bolívia Querida está na 13ª posição, se afastando ainda mais do Z-4.

                 

O JOGO

            O Vila Nova foi até o Estádio Castelão para enfrentar o Sampaio Corrêa. O Tigrão buscava os três pontos para chegar ao G-4, já a Bolívia Querida precisava da vitória para se distanciar da temida Zona de Rebaixamento.

            Logo de início o time da casa mostrou que queria jogo, aos 3min após cobrança de escanteio, Mateus Pivô cabeceia e Dênis Júnior faz bela defesa, mostrando porque o Vila ostenta o título de melhor defesa do Campeonato Brasileiro Série B.

            E o roteiro do jogo estava claro, o Sampaio seria o responsável por propor o jogo e o Colorado iria explorar os contra-ataques, assim aconteceu durante o jogo. O time maranhense estava melhor, tinha a posse de bola, mas num contragolpe, aos 10 minutos de jogo, saiu o gol dos visitantes. Guilherme Parede recebeu pela ponta esquerda, fez um lançamento na medida para o artilheiro Caio Dantas, que escorou e Igor Henrique, como um elemento surpresa, apareceu na área finalizando antes da bola cair, sem qualquer chance de defesa. 1 a 0 Vila Nova.

            O Sampaio continuou melhor durante os primeiros 15 minutos, mas logo o Tigre equilibrou a partida. O time comandado por Fernando Marchiori recebia o apoio da torcida, que não parava de cantar, mas não levava perigo ao gol de Dênis Júnior. Aos 36 minutos, Neto Paraíba recebe de Pimentinha, corta para o meio, tirando Ralf da jogada, e finaliza, mas o volante colorado consegue se recuperar e desvia a bola para escanteio. O Tricolor de Aço estava mostrando que queria jogo.

            Aos 38 minutos Pará pega a bola pela intermediária e faz lindo passe no meio da defesa, Ytalo faz a infiltração, sai cara a cara com o goleiro do Vila e consegue tocar na bola antes, tirando do goleiro e colocando no fundo da rede. 1 a 1, tudo igual no Castelão e assim terminou a primeira etapa.

            No segundo tempo o Sampaio Corrêa voltou bem melhor, dominando as ações do jogo, não deixando o Vila Nova jogar. Aos 14 minutos da segunda etapa, a defesa do Tigre falha, Vitinho recebe sozinho pelo lado esquerdo da área, finaliza, mas novamente Dênis Júnior faz uma excelente defesa com o pé, evitando a virada. E a pressão não parou por aí, aos 18 minutos Pimentinha recebe pela ponta direita, invade a área, corta para dentro e finaliza; a bola passa perto do poste direito da meta defendida por Dênis Júnior.

            E aquele ditado popular “água mole em pedra dura, tanto bate até que fura” se mostrou verdadeiro. Aos 23 minutos Neto Paraíba recebe a bola na entrada da área do lado direito, bate forte de perna esquerda, Donato tenta cortar, mas apenas desvia contra o próprio patrimônio. 2 a 1 para a Bolívia Querida, o time maranhense vira o jogo e mostra quem manda no Castelão.

            O Vila Nova, que até então parecia não ter voltado para o segundo tempo, começa a sair mais e consegue a primeira finalização aos 27 minutos da segunda etapa. Parede recebe sozinho pelo lado esquerdo da área e finaliza, mas Luiz Daniel defende. E o jogo seguiu assim, Sampaio Corrêa administrando a vantagem e o time goiano correndo atrás do prejuízo, afinal de contas, eram três pontos importantes que garantiriam o time no G-4. Mas a falta de eficiência do Colorado prevaleceu, fim de jogo, 2 a 1 para os donos da casa.

            O Vila Nova tropeça mais uma vez e vê a distância para a zona de acesso aumentando. Já o Sampaio Corrêa, que antes da chegada do técnico Fernando Machiori estava há 12 jogos sem vencer, com 8 empates seguidos, conquista a sua segunda vitória consecutiva e agora pode dizer que não perde há 10 partidas.

Para saber tudo sobre o Brasileirão Série B, siga o Esporte News Mundo no InstagramTwitter, e Facebook.

Clique para comentar

Comente esta reportagem

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

As últimas

Para o Topo