Vôlei

VNL: Saiba tudo sobre a final que acontece no domingo entre Brasil e Itália

Divulgação/FIVB

O Brasil inteiro vai parar no começo de tarde de domingo para assistir a grande final da VNL 2022. Em uma partida contra a Itália, as duas seleções vão buscar um título inédito nessa competição, às 12h30, horário de Brasília.

                 

As campanhas campanhas durante a etapa classificatória da VNL foram parecidas, ambas terminando com dez vitórias e duas derrotas. Enquanto o Brasil terminou em 2º lugar, a Itália ficou com a 3ª colocação, essa pequena diferença na posição foi devido aos sets ganhos. Nesse quesito o time brasileiro conseguiu um a mais, ficando assim com uma vantagem.

Siga o Esporte News Mundo no InstagramTwitterFacebook e Youtube

HISTÓRICO

De um lado, o Brasil enfrentou o Japão e a Sérvia para chegar na final e venceu os dois jogos por 3 a 1. Já a Itália fez partidas contra a China e Turquia, vencendo por 3 a 1 e 3 a 0, respectivamente. Foi um processo cansativo para as duas seleções que estão focadas e determinadas para levar esse resultado para casa.

A Liga das Nações (VNL) é um campeonato novo, já que sua primeira edição foi em 2018, quando foi criada para substituir o antigo Grand Prix. Desde essa mudança no formato, o único país a vencer foi os Estados Unidos. O Brasil chegou em duas finais – 2019 e 2021 – e a Itália chega em um resultado inédito.

Ainda em seu antigo regulamento, a seleção brasileira foi a maior vitoriosa com 11 títulos, sendo três deles em cima das italianas. Essas pratas são os melhores resultados obtidos pela Itália no Grand Prix. A última vez que as duas seleções se enfrentaram em uma final foi justamente na última edição do campeonato, disputado em 2017, quando o Brasil venceu por 3 a 2.

+ Itália bate a Turquia em sets diretos e encara o Brasil na final da VNL

No entanto, esse histórico não é parâmetro para o que vai acontecer no domingo. As duas seleções já se enfrentaram nessa VNL, ainda durante a fase classificatória quando a Itália venceu do Brasil por 3 a 1, em Brasília.

DUELO DE GIGANTES

O grande diferencial da seleção italiana é a oposta Egonu, considerada uma das melhores do mundo. Muito constante na competição, a jogadora fez 36 pontos e 26 pontos, respectivamente, nesses jogos dos playoffs da VNL. Mas ela não é a única “arma” da Itália que conta também com grandes nomes como Monica De Gennaro, Bosetti e Sylla.

Do lado brasileiro, temos a fenomenal Gabi Guimarães, que também é uma das melhores da sua posição. O duelo entre as duas foi frequente na temporada de clubes e se mostrou de tirar o fôlego. A brasileira tem como parceira a levantadora Macrís que pode ser uma ferramenta fundamental para elevar o nível da ponteira.

Ambas as seleções contam com nomes de pesos em seu elenco e vão garantir um jogo disputado do início ao fim. A partida vai acontecer no domingo (17) às 12h30, transmitida pelo Sportv 2 e comentada lance a lance pelo Esporte News Mundo.

Clique para comentar

Comente esta reportagem

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

As últimas

Para o Topo