Futebol Feminino

Alexia Putellas é eleita a melhor jogadora de futebol do mundo

alexia putellas

Na tarde desta segunda-feira (17), a jogadora Alexia Putellas foi eleita a melhor jogadora de futebol do mundo em 2021 na premiação The Best, organizada pela FIFA. Aos 27 anos, a espanhola superou a colega de equipe e seleção, Jenni Hermoso, e a australiana Sam Kerr, atleta do Chelsea. Em novembro, Alexia já havia conquistado a Bola de Ouro, sendo escolhida pela France Football como melhor jogadora do mundo em 2021.

                 

QUER FICAR POR DENTRO DE TUDO SOBRE FUTEBOL FEMININO? ENTÃO SIGA O ESPORTE NEWS MUNDO NO TWITTERINSTAGRAM E FACEBOOK. E NÃO SE ESQUEÇA DE SE INSCREVER NO NOSSO CANAL NO YOUTUBE!

Em uma excelente temporada e vivendo o melhor momento de sua carreira até o momento, em 2021 Alexia Putellas foi campeã da Champions League Feminina, do Campeonato Espanhol e da Copa da Rainha vestindo a camisa do Barcelona.

— Quero agradecer primeiramente às minhas companheiras. Essa premiação é de todas. Vou continuar com a mesma dedicação e espero que possamos ter um grande desempenho no gramado. Acredito que na Espanha há muito talento no futebol e precisávamos só de tempo de trabalho. Chegar aqui é um fruto de muitos anos de trabalho. O Barcelona fez um trabalho incrível e continua fazendo para que outras meninas possam conquistar essa premiação — declarou Alexia Putellas.

Além de Alexia Putellas, a goleira Christiane Endler (Chile/Lyon) e a treinadora Emma Hayes (Chelsea) também foram eleitas as melhores em suas respectivas posições. Ainda, a canadense Christine Sinclair foi homenageada com uma premiação especial. Campeã Olímpica em 2021 aos 38 anos de idade, Sinclair é a maior artilheira por sua seleção entre homens e mulheres, com 188 gols.

Leia mais:

+Derby na estreia! Confira o sorteio dos confrontos da Supercopa do Brasil de Futebol Feminino

+Futebol feminino: Flamengo anuncia a contratação da atacante Maria Alves – Esporte News Mundo

+Tamires projeta 2022 no Corinthians e aposentadoria aos 40 anos: ‘A ideia é manter o apetite pelo jogo’

Por fim, com a ausência das atletas indicadas ao prêmio de melhor do mundo e algumas contradições, as onze atletas escolhidas para compor a equipe do ano foram: Christine Endler (CHI); Lucy Bronze (ING), Wendie Renard (FRA), Millie Bright (ING) e Magdalena Eriksson (SUE); Estefanía Banini (ARG), Carli Lloyd (EUA), Barbara Bonansea (ITA); Vivianne Miedema (HOL), Marta (BRA) e Alex Morgan (EUA)

Clique para comentar

Comente esta reportagem

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

As últimas

Para o Topo