América-MG

América-MG usa amistoso contra Athletico para ajustes finais antes da Libertadores

Foto: Mourão Panda / América
Foto: Mourão Panda / América

Nesta segunda-feira, às 20h, o América-MG vem a campo para enfrentar o Athletico, na Arena da Baixada, em Curitiba. O amistoso foi marcado entre as duas equipes a fim de dar ritmo aos jogadores titulares da equipe americana.

O time titular do América não entra em campo desde o dia 15 de março, quando venceram o Barcelona em Guayaquil nos pênaltis, e se classificaram para a fase de grupos da Copa Libertadores da América. Desde então, o Coelho jogou pelo Campeonato Mineiro com equipe alternativa.

O time comandado por Marquinhos Santos ainda precisa de alguns ajustes. A reta final do Campeonato Mineiro e a disputa do Troféu Inconfidência serviram como lançamento de jovens da base e testes entre reservas, do que uma preparação dos titulares para a fase de grupos da Libertadores.

Desta segunda-feira (28) até a data de estreia na Copa Libertadores são menos de dez dias. A estreia do Coelho é em casa, diante do Independiente Del Valle, no dia 6 de abril, às 19h. Ainda há confrontos contra o Tolima – COL e o rival local, Atlético-MG no grupo da competição internacional.

Durante as fases classificatórias da Libertadores, o treinador Marquinhos Santos fez mexidas, principalmente, no ataque do América. Pedrinho e Everaldo foram casos de atletas que ganharam maior espaço no elenco titular do Coelho.

Veja Também: Wellington Paulista tem lesão diagnosticada e desfalca o América-MG

E agora com a lesão de Wellington Paulista, será mais uma mudança a se fazer no ataque americano. Os cotados para a posição, são os centroavantes Rodolfo, Henrique Almeida e Kawê.

Para a estreia da Libertadores, uma mudança é certa. Na zaga do Coelho, Germán Conti assume a vaga de Éder, que levou três cartões amarelos e está suspenso para a estreia do América na Libertadores. O zagueiro Éder, inclusive, marcou o gol de empate da equipe mineira no duelo diante do Tombense, no último sábado (26).

São pequenos ajustes necessários para o treinador Marquinhos Santos, que inclusive falou no canal oficial do YouTube do América sobre a difícil chave em que o Coelho caiu:

– Chave difícil, assim como as demais. Não tinha como escolher adversário, sequer o grupo a participar. O importante é estar dentro dos grupos, e nós conseguimos o objetivo. Temos que nos preparar.

Para saber tudo sobre o América-MG, siga o Esporte News Mundo no Twitter, Instagram e Facebook.

Click to comment

Comente esta reportagem

O seu endereço de e-mail não será publicado.

As últimas

To Top